Muitas empresas, ao perderem clientes ou aumentarem os custos, buscam maneiras de cortar despesas. A economia empresarial ensina a reduzir os gastos sem ter prejuízos.

Quem não quer economizar, não é mesmo? Porém, não é preciso que sua empresa esteja em crise para buscar medidas economicamente vantajosas.

Nesse texto, vamos te mostrar 7 dicas para você cortar custos e, consequentemente, aumentar seus lucros. Boa leitura!

O que é economia empresarial

A economia empresarial é um campo da economia aplicada analisa os melhores métodos para otimizar as estruturas organizacionais das empresas.

Com taxas tarifárias altas, aumento do preço dos produtos e concorrência acirrada, o empresário tem que ter jogo de cintura para manter os lucros da sua empresa.

Alguns custos fixos são difíceis de serem cortados, como água e luz, mas existem medidas para diminuir esses gastos com controle e planejamento. É preciso encontrar um equilíbrio nas contas.

Não adianta aumentar os ganhos se os custos também sobem. Para não tomar medidas desesperadas e pouco efetivas na época de crise, vamos te mostrar como reduzir despesas.

7 dicas para diminuir os custos da empresa

O primeiro passo para implementar a economia empresarial começa antes de colocar as dicas em prática. Você saberia dizer quais são realmente os custos da sua empresa?

Você deve estudar muito a sua realidade para, depois, poder identificar qual seria o impacto nas suas atividades se você cortar determinada despesa.

A sua gestão financeira precisa estar na ponta da língua para que você consiga escolher de forma assertiva quais setores vão ser afetados e como isso vai acontecer.

Depois desse planejamento, você pode colocar a economia empresarial em prática. Vamos começar?

Faça uma análise dos gastos atuais

O conhecimento das finanças é essencial para que a economia empresarial possa funcionar. Afinal, como ter o controle de gastos dos custos que você desconhece?

Algumas empresas acabam gastando mais porque não fazem o controle das contas. Quando você coloca tudo (tudo mesmo) na ponta do lápis, a necessidade de economizar fica mais evidente.

Se você ainda não faz esses tipos de anotações, comece agora mesmo. Anote tudo, desde o pagamento de colaboradores até a compra de uma caneta.

Pode parecer irrelevante registrar gastos menores, mas, juntando com outros gastos pequenos resulta em um valor significativo.

Esse tipo de análise é importante para a economia empresarial para ajudar a identificar quais setores estão consumindo mais recursos e o que esses gastos estão dando de retorno.

Negocie com seus fornecedores

É comum que as empresas tenham um mesmo fornecedor por anos. Pode ser uma alternativa confortável, mas será que é a melhor? Qual foi a última vez que você avaliou esses contratos?

A fidelidade a um fornecedor traz alguns benefícios, como confiança ou até exclusividade. Mas é preciso ficar atento às mudanças do mercado.

Muitas vezes surgem empresas mais competitivas para realizar o mesmo serviço, mas você só vai saber se procurar. Deve ser levado em consideração o preço, qualidade e o prazo de entrega.

Sabendo o que outros fornecedores estão oferecendo, você pode pensar em trocar ou até mesmo negociar com o que você já está acostumado.

Mas fique atento ao custo-benefício! Não adianta ter um fornecedor mais barato com um prazo maior, pois isso pode travar o andamento do setor.

Invista na sua equipe

Para que a economia empresarial gere resultados, a sua equipe deve estar envolvida no processo. Para obter esse engajamento, mostre para eles o quão importante é reduzir os custos e como essa economia pode ajudar a melhorar processos que vão facilitar o trabalho.

Procure envolver seus colaboradores na formulação das estratégias para que eles se sintam inseridos no planejamento. Escute as demandas e as sugestões de cada setor.

Isso ajuda a entender alguns detalhes dentro da economia empresarial e a descobrir soluções para os problemas do dia a dia. Ao auxiliar nas melhorias, a equipe fica motivada com os resultados.

2019Maio29-KERUAK-campanha-CTA-DRE-semlogo-v1-1

Essa motivação é uma das chaves para o engajamento do seu time, assim como a capacitação. Colaboradores treinados realizam as atividades melhor e mais rápido, apresentando alto desempenho.

Para treinar a equipe, promova palestras e cursos. Caso não tenha muitos recursos para investir, estimule para que os próprios líderes das equipes deem esse treinamento.

É interessante conceder bonificações para os colaboradores, mas cuidado para não gastar mais que o necessário. Você pode, por exemplo, criar um banco de horas.

Esse banco de horas serve para economizar com as horas extras sem prejudicar o empregado. As horas trabalhadas a mais ficam registradas e, atingindo uma certa quantidade, você pode trocar por dias de folga.

O benefício é válido por um ano, seguindo as leis trabalhistas, faz com que a empresa economize com horas extras e deixa o trabalhador satisfeito e descansado.

Se você contratar ou demitir um colaborador, a empresa deve arcar com os custos desse processo. Por isso, verifique a real necessidade de uma demissão ou contratação antes de fazê-los.

Caso seja um trabalho fora da rotina da empresa ou de necessidade esporádica, considere a terceirização como uma alternativa.

Contrate um bom contador

Já pensou em ter uma assessoria contábil especializada? Por mais que o setor financeiro da sua empresa tenha um bom conhecimento, às vezes é necessária uma ajuda externa.

A questão tributária, por exemplo, traz uma série de burocracias muito específicas, mas que nem por isso deixam de ser importantes.

Os impostos pagos pelas empresas no Brasil têm um custo muito alto, e algumas vezes você paga a mais por um regime tributário que nem é o mais indicado para seu negócio.

São muitos os regimes existentes, como Lucro Real, Simples Nacional e Lucro presumido, cada um com suas próprias deduções. É importante encontrar um modelo mais adequado para efetivar a economia empresarial.

Um contador também pode te ajudar em a fazer uma conciliação bancária, renegociando dívidas e juros com credores e bancos.

Trabalhe com medidas sustentáveis

Dentro da economia empresarial, existem algumas medidas que parecem simples, mas, se combinadas, geram grande resultado, como:

  • Para reduzir a conta de telefone, procure fechar planos corporativos ou investir em ligações por WhatsApp ou Skype;
  • Para as contas de água e energia, invista em torneiras mais econômicas, lâmpadas de LED ou fluorescente e desligue as luzes e os aparelhos que não estão sendo usados;
  • Invista em uma gestão de documentos, digitalizando as principais informações e evitando as impressões em papel. Além de reduzir os custos com tinta e impressora, a medida agiliza os processos. Caso seja necessária cópia impressa, utilize os dois lados da folha;
  • Incentive que cada colaborador leve sua própria caneca na hora do cafezinho. Pensa em todo dinheiro gasto com material descartável em um ano! Você economiza e ainda ajuda o planeta.

Essas medidas podem parecer pequenas em um primeiro momento, mas elas fazem toda a diferença nas contas finais.

Faça uma boa gestão de estoque

Ter um bom controle de estoque ajuda e muito na hora de colocar a economia empresarial para funcionar. Investir na fiscalização constante evita problemas.

Fique atento aos produtos que já foram comprados. É importante garantir uma rotatividade dos produtos para que não sejam danificados ou percam a validade.

O ideal é fazer compras em atacado, pois o desconto é maior. Entretanto, é preciso planejamento, pois comprar a mais ou menos pode prejudicar suas finanças.

Para fazer esse controle, existem alguns softwares de controle de estoque que te ajudam nesse processo.

Utilize um software de gestão financeira

A tecnologia pode ser uma grande aliada para as empresas. Com o grande volume de informações, um software te ajuda a organizar os processos de forma mais rápida e dinâmica.

Imagina quanto tempo seria necessário para mapear manualmente os custos de cada setor. Quanto mais esse processo demora, mais a empresa gasta, pois é preciso disponibilizar colaboradores, salas, internet, materiais.

O acesso às informações também se torna mais ágil, facilitando a avaliação dos resultados. Além disso, é importante otimizar os processos de emissão de notas fiscais e boletos, como faz o nosso sistema.

O Keruak software oferece planos que se adequam à realidade da empresa, dando assistência  desde o controle de contas a pagar, passando por relatórios e fluxos de caixa até controle de estoque.

Se precisar de ajuda para implementar a economia empresarial, entre em contato com a gente. Vai ser um prazer te atender! Enquanto isso, leia os motivos que podem levar uma empresa á falência.

2019Maio29-KERUAK-campanha-CTA-DRE-semlogo-v2