/ Finanças

TED ou DOC: qual a melhor maneira de fazer transferências?

Ao realizar transferências bancárias, é muito comum as pessoas ficarem em dúvida e não saberem qual opção irá ser a melhor, TED ou DOC, sendo essas as duas opções mais utilizadas atualmente.

Para que você saiba fazer a escolha certa, entre TED ou DOC, é necessário, primeiramente, entender a diferença entre essas possibilidades de transferência.

Você já conhece e sabe o que é TED ou DOC?

No nosso artigo de hoje iremos falar sobre o que são essas transferências, as diferenças entre elas para que, assim, você possa tomar a decisão correta de qual tipo utilizar.

TED ou DOC?

Iremos explicar, separadamente, o que é TED e o que é DOC para que você consiga ver as diferenças entre cada um desses tipos de transferências.

Ainda, iremos te mostrar o passo a passo para que essas transações sejam feitas. Vamos lá? Continue a leitura.

O que é TED?

Para que você entenda melhor, a sigla TED significa Transferência Eletrônica Disponível. As transferências do tipo TED são creditadas no mesmo dia.

Obviamente, serão creditadas no mesmo dia as transferências realizadas em dias úteis e, ainda, dentro do horário comercial.

Dentro dessa modalidade, não há limite de valor para que as transferências sejam feitas, bem como não há um valor mínimo pré-determinado.

Saiba como realizar a TED

Sabendo o que é TED, você precisa saber como realizar essa transação.

Primeiramente, é necessário que quem for realizar a transferência seja cliente no banco. Ainda, o valor no saldo deve ser correspondente, minimamente, ao valor da transação.

Esses dois fatores são simples e bem conhecidos por qualquer pessoa.

Para realizar uma TED, você pode utilizar caixas do banco, centrais de autoatendimento, internet banking e aplicativos para dispositivos móveis.

Depois de escolher uma dessas opções, você deve informar alguns dados imprescindíveis para que a transferência seja feita. São esses dados:

  • Número da agência do beneficiário;
  • Número da conta bancária que receberá o valor da transação;
  • CPF, ou CNPJ, de quem será beneficiado.

Com base nesses dados, a instituição financeira é capaz de mapear o dinheiro. Contudo, precisamos destacar que pode não haver a possibilidade de estorno caso, por algum erro, você envie o dinheiro para outro beneficiário.

Por isso, não esqueça de conferir, a cada etapa, os dados que estão sendo colocados, para que nenhum erro seja cometido.

Você sabia que existem dois tipos de TED?

Conheça os tipos de TED existentes

Existem, basicamente, dois tipos de TED: TED E e TED D.

O primeiro tipo, TED E, é direcionado para transferências realizadas entre contas de titulares diferentes.

Enquanto o segundo tipo, TED D, é voltado para transferências nas quais o titular é o mesmo.

O que é DOC?

DOC é abreviação para Documento de Ordem de Crédito. Esse tipo de transferência é, ao contrário da TED, um pouco mais demorada.

Pode-se levar até três dias para que a transação seja feita e existe um limite máximo para transferências desse tipo: R$4.999,00.

Ainda, vale ressaltar, o DOC é um tipo de transferência que pode ser utilizado somente entre diferentes bancos.

Saiba como fazer um DOC

O DOC é um serviço que pode ser feito no caixa do banco, através do internet banking e, também, por meio das centrais de autoatendimento.

Para que seja possível realizar o DOC, é necessário ter uma conta na instituição bancária em questão e, claro, a quantia que se deseja transferir deve estar disponível no seu saldo.

A fim de realizar a transferência, assim como na TED, são necessários alguns dados. Basicamente, serão os mesmos utilizados na transferência online. Veja a seguir:

  • Número da agência do beneficiário;
  • Número da conta bancária que receberá o valor da transação;
  • CPF, ou CNPJ, de quem será beneficiado.

Para completar o DOC, é de extrema importância que os dados sejam conferidos sistematicamente.

Caso alguma informação esteja errada, a transferência simplesmente não será concluída e o banco poderá, ainda, cobrar uma taxa relacionada ao DOC.

Qual valor é mais compensatório, TED ou DOC?

As instituições financeiras costumam cobrar um valor, uma taxa, para que transações como essas sejam realizadas.

Normalmente, o valor dessa taxa é o mesmo, contudo, existem alguns bancos que não cobram essa taxa. Por esse motivo, vale a pena conferir quais são as instituições financeiras que não realizam nenhuma cobrança por esse tipo de serviço.

Como escolher, então, entre TED ou DOC?

Para que você saiba qual tipo de transação escolher, TED ou DOC, precisamos destacar as vantagens e desvantagens que cada uma dessas transações pode te oferecer.

Vantagens da TED

  1. Não há limite no valor da transferência;
  2. A transferência é realizada em alguns minutos;
  3. Há maior segurança contra fraudes.

Desvantagens da TED

  1. Pode ser realizada apenas em dias úteis e e 17h;
  2. As chances de estorno, em caso de erro, são mínimas;
  3. Pode ser que, em alguns casos, a taxa para TED seja mais elevada do que para DOC.

Vantagens do DOC

  1. Ao contrário do TED, a taxa cobrada para realizar um DOC costuma ser mais baixa;
  2. O DOC pode ser cancelado pelo banco facilmente;
  3. DOCs podem ser realizados e 21h59 em dias úteis.

Desvantagens do DOC

  1. Existe um limite no valor permitido para realizar um DOC;
  2. A transação pode levar mais que um dia útil.

Tendo em mente as vantagens e desvantagens de cada uma dessas transações, fica mais fácil escolher entre TED ou DOC para realizar a transação que você precisa e melhor se encaixa com a sua realidade.

Por último, queremos falar para você algumas dicas sobre como manter suas transações seguras.

Saiba como realizar transações seguras, sejam elas TED ou DOC

Para que você realize transações financeiras de maneira segura, é necessário se atentar a alguns pontos.

Primeiramente, confira o número do banco para o qual você está enviando o dinheiro. Assim, você terá mais uma certeza de que a transação está, de fato, indo para o lugar certo.

Confira, também, todos os outros dados que precisam ser disponibilizados como agência, número da conta, nome e CPF, ou CNPJ, do beneficiário.

Para garantir a segurança da sua transação, você deve se assegurar que tem o comprovante da transação.

Assim, se necessário, você pode usar os dados no comprovante para te ajudar caso tenha problemas futuros.

Por último, não deixe de confirmar com o beneficiário se o valor esperado foi, de fato, recebido.

Tomando essas medidas de segurança será muito mais fácil se resguardar de quaisquer eventualidades indesejadas.

As transações financeiras são muito comuns para o cotidiano de todo empreendimento. E, para que essas transações sejam feitas da maneira correta, é preciso manter um registro de todas elas.

Esse registro, que pode ser realizado por meio de relatórios, é uma importante peça para uma gestão financeira saudável.

Agora que você já sabe mais sobre qual tipo de transferência será melhor para você, TED ou DOC, que tal se informar mais sobre relatórios financeiros? Saiba como eles podem ser uma ferramenta que fomenta o sucesso dentro da sua empresa.

CTA-KRK-3--Contratos-

Natália Lima

Natália Lima

Co-Founder & CFO - Keruak Software. Carreira em Administração de Empresas. MBA em Controladoria e Gestão Estratégica. Para se ter sucesso basta dar o melhor de si e deixar os resultados com Deus.

Read More