/ Finanças

O valor do dinheiro no tempo e o poder de compra

O valor do dinheiro no tempo é um conceito financeiro básico que sustenta que o dinheiro no presente vale mais do que a mesma soma de dinheiro a ser recebida no futuro.

Isto é verdade porque o dinheiro que você tem agora pode ser investido e ganhar um retorno, criando assim uma quantidade maior de dinheiro no futuro.

Além disso, com dinheiro futuro, existe o risco adicional de que o dinheiro nunca possa ser realmente recebido, por uma razão ou outra.

O valor do dinheiro no tempo é algumas vezes referido como o valor presente líquido (VPL) do dinheiro, uma métrica muito utilizada para comparar investimentos.

Você pode entender melhor o que é isso lendo: O que é VPL e o que esse valor representa para o seu investimento?

Mas vamos voltar a falar sobre o valor do dinheiro no tempo…

Como funciona o valor do dinheiro no tempo?

Um exemplo simples pode ser usado para mostrar o valor do dinheiro no tempo.

Suponha que alguém se ofereça para te pagar um determinado serviço de uma das duas maneiras: eles pagarão a você R$ 1.000 agora ou R1.100 daqui a um ano.

Qual opção de pagamento você deve escolher? Depende de que tipo de retorno de investimento você pode ganhar com o dinheiro no momento atual.

Como R$ 1.100 é 110% de R$ 1.000, então se você acredita que pode fazer mais do que um retorno de 10% sobre o dinheiro investindo-o no próximo ano, você deve optar por receber os R$ 1.000 agora.

Por outro lado, se você não acha que poderia ganhar mais de 9% no próximo ano investindo o dinheiro, então você deve fazer o pagamento futuro de R$ 1.100 — contanto que você confie que a pessoa lhe pague, claro.

Valor do Tempo e Poder de Compra

O valor do dinheiro no tempo também está relacionado aos conceitos de inflação e poder de compra.

Ambos os fatores precisam ser levados em consideração, juntamente com qualquer taxa de retorno que possa ser obtida com o investimento do dinheiro.

Por que isso é importante? Porque a inflação constantemente corrói o valor e, portanto, o poder de compra do dinheiro.

É melhor exemplificado pelos preços de commodities, como gás ou alimentos.
Se, por exemplo, você recebesse um certificado de R$ 100,00 de gasolina gratuita em 2000, poderia ter comprado muito mais galões de gasolina do que se tivesse recebido R$ 100 de gasolina gratuita uma década depois.

A inflação e o poder de compra devem ser considerados quando você investe dinheiro, pois, para calcular o retorno real de um investimento, você deve subtrair a taxa de inflação de qualquer porcentagem de retorno que você recebe em seu dinheiro.

Se a taxa de inflação for realmente maior do que a taxa de retorno do seu investimento, então, mesmo que o seu investimento mostre um retorno nominal positivo, você está realmente perdendo dinheiro em termos de poder de compra.

Por exemplo, se você ganhar 10% em investimentos, mas a taxa de inflação é de 15%, você está realmente perdendo 5% em poder de compra a cada ano (10% - 15% = -5%).

Fórmula do valor do dinheiro no tempo

O valor do dinheiro no tempo é um conceito importante não apenas para indivíduos, mas também para tomar decisões de negócios.

As empresas consideram o valor do dinheiro no tempo na tomada de decisões sobre investimentos em desenvolvimento de novos produtos, aquisição de novos equipamentos ou instalações comerciais e no estabelecimento de condições de crédito para a venda de seus produtos ou serviços.

Uma fórmula específica pode ser usada para calcular o valor futuro do dinheiro para que ele possa ser comparado ao valor presente:

Onde:

  • FV = valor futuro do dinheiro
  • PV = valor presente
  • i = taxa de juros ou outro retorno que pode ser obtido sobre o dinheiro
  • n = o número de períodos compostos de juros por ano

Se quiser considerar um período maior que 1 ano, basta multiplicar o n pelo número de anos a considerar. Por isso, algumas fórmulas já elevam o valor a (n x t).
Usando a fórmula acima, vamos ver um exemplo em que você tem R$ 5.000 e pode esperar ganhar 5% de juros sobre essa soma a cada ano nos próximos dois anos.

Supondo que o interesse é apenas composto anualmente, o valor futuro de seus R$ 5.000 hoje pode ser calculado da seguinte forma:

FV = R$ 5.000 x (1 + (5% / 1) ^ (1 x 2) = R$ 5.512,50

Fórmula do valor presente para se chegar a um valor futuro

A fórmula também pode ser usada para calcular o valor atual do dinheiro a ser recebido no futuro. Você simplesmente divide o valor futuro em vez de multiplicar o valor presente.

Isso pode ser útil ao considerar dois valores presentes e futuros variáveis. Em nosso exemplo original, consideramos as opções de alguém pagando seus R$ 1.000 hoje versus R$ 1.100 daqui 1 ano.

Se você pudesse ganhar 5% investindo o dinheiro agora, e quisesse saber qual valor presente seria igual ao valor futuro de R$ 1.100 — ou quanto dinheiro você precisaria agora para ter R$ 1.100 daqui a um ano — a fórmula seria seja a seguinte:
PV = R$ 1.100 / (1 + (5% / 1) ^ (1 x 1) = R$ 1.047

O cálculo acima mostra que, com um retorno disponível de 5% ao ano, você precisaria receber R$ 1.047 no presente para igualar o valor futuro de R$ 1.100 a ser recebido daqui a um ano.

Para facilitar as coisas para você, há várias calculadoras online para calcular o valor futuro ou o valor presente do dinheiro. O site do Banco Central do Brasil é um exemplo. Você pode clicar aqui para ter acesso à calculadora financeira.

Esperamos que você tenha entendido o valor do dinheiro no tempo, no entanto, há termos (e relatórios obrigatórios) que são bem mais complexos que isso. Por isso, preparamos um Guia Completo sobre Contabilidade Financeira para você!

Natália Lima

Natália Lima

Co-Founder & CFO - Keruak Software. Carreira em Administração de Empresas. MBA em Controladoria e Gestão Estratégica. Para se ter sucesso basta dar o melhor de si e deixar os resultados com Deus.

Read More