/ Gestão Financeira

Saúde Financeira: você sabe como está a do seu negócio?

A saúde financeira do seu negócio é importante, assim como a saúde física do ser humano. Analisar a saúde financeira da organização pode te ajudar a determinar quais ajustes você precisa fazer.

Quando foi a última vez que você foi ao médico?

Quando você foi, provavelmente estava fazendo algum tipo de check-up, sendo ele preventivo ou para diagnosticar um problema.

Nós cuidamos dos nossos corpos indo ao médico. Através deste processo, estamos avaliando nossa saúde, e isso deve ser feito com frequência.

Como isso tudo parece bastante óbvio, vamos dar uma resposta semelhante: quando foi a última vez que você avaliou a saúde financeira do seu negócio?

As finanças da organização podem te fazer quebrar em muitos casos, então ter consciência de como seu negócio está financeiramente é fundamental.

E esse processo de análise deve ser feito com frequência, para que surpresas indesejáveis não te peguem desprevenido.

No artigo de hoje vamos te mostrar como analisar a saúde financeira do seu negócio através de métricas simples.

Ficou interessado? Então continue a leitura.

Analisando a saúde financeira do negócio

Análise de saúde financeira, como a palavra diz, é analisar a saúde financeira de uma empresa.

A análise é realizada principalmente pela administração das empresas e serve para avaliar a sustentabilidade do negócio tanto a curto quanto a longo prazo.

Isso é feito através dos principais indicadores financeiros da organização. A margem de lucrode uma empresa é o melhor indicador único de sua saúde financeira e viabilidade a longo prazo.

Os investidores estão constantemente à procura de um KPI financeiro que possa ser obtido olhando para as demonstrações financeiras de uma empresa para avaliar uma ação, mas simplesmente não é assim tão fácil.

Para avaliar com precisão a saúde financeira e a sustentabilidade de longo prazo de uma empresa, várias métricas financeiras devem ser consideradas.

As quatro áreas principais que devem ser examinadas para a análise da saúde financeira são: liquidez, solvência, eficiência operacional e lucratividade.

No entanto, dos quatro, provavelmente a melhor medida da saúde de uma empresa é o nível de sua lucratividade.

Há uma série de índices financeiros que podem ser revisados ​​para avaliar a saúde financeira geral de uma empresa e para determinar a probabilidade da empresa continuar sendo um negócio viável.

Números autônomos, como dívida total ou lucro líquido, são menos significativos do que os índices financeiros que conectam e comparam os vários números no balanço patrimonial ou na demonstração de resultados em exercício da empresa.

A tendência geral dos índices financeiros, estejam eles melhorando ao longo do tempo, também é uma consideração importante.

Liquidez

A liquidez é um fator chave na avaliação da saúde financeira básica de uma empresa.

Liquidez é a quantidade de dinheiro e ativos facilmente conversíveis em dinheiro que uma empresa possui para administrar suas obrigações de dívida de curto prazo.

Antes que uma empresa possa prosperar a longo prazo, ela deve primeiro ser capaz de sobreviver no curto prazo.

Solvência

Intimamente relacionado à liquidez está o conceito de solvência, a capacidade da empresa de cumprir suas obrigações de dívida de maneira contínua, não apenas no curto prazo.

Os índices de solvência calculam a dívida de longo prazo de uma empresa em relação a seus ativos ou patrimônio líquido.

Sendo assim, uma organização "solvente" é uma empresa que apresenta segurança para pagar todas as suas dívidas mantendo uma reserva considerável de valor em caixa.

Para calcular o índice de solvência do seu negócio e analisar assim a saúde financeira dele basta somar o lucro líquido adquirido pela empresa até o fim do período com o valor da depreciação de bens da empresa. Essa soma é dividida pelos passivos da empresa, ou seja, todas dívidas que a empresa tem.

Fórmula: (Lucro Líquido + Depreciação de bens) / Passivos

Um índice de solvência considerado saudável é igual ou maior que 20%. Esse valor varia de setor para setor.

Eficiência operacional

A eficiência operacional de uma empresa é fundamental para seu sucesso financeiro. Sua margem operacional é o melhor indicador de sua eficiência operacional.

Essa métrica indica não apenas a margem de lucro operacional básica de uma empresa após a dedução dos custos variáveis ​​de produção e comercialização dos produtos ou serviços da empresa; mas sim uma indicação de quão bem a administração da empresa controla os custos.

Umaboa gestão é essencial para a sustentabilidade a longo prazo da empresa.

O bom gerenciamento pode superar uma série de problemas temporários, como baixa nas vendas, problemas com funcionários e gastos não esperados.

Por outro lado, o mau gerenciamento pode levar ao colapso do negócio, mesmo os mais promissores.

Lucratividade

Embora a liquidez, a solvência e a eficiência operacional sejam fatores importantes a serem considerados na avaliação de uma empresa, a linha de fundo continua sendo o resultado de uma empresa: sua lucratividade líquida.

As empresas podem, de fato, sobreviver por anos sem ser lucrativas, operando com a boa vontade de credores e investidores, mas para sobreviver no longo prazo, uma empresa deve eventualmente alcançar e manter seu lucro.

A melhor métrica para avaliar a lucratividade é a margem líquida, a relação entre lucros e receita total.

É crucial considerar o índice de margem líquida, porque apenas o valor do lucro em reais é inadequado para avaliar a saúde financeira da empresa.

Uma empresa pode mostrar um lucro líquido de várias centenas de milhões de reais, mas se esse valor representa uma margem líquida de apenas 1% ou menos, então o menor aumento nos custos operacionais ou na concorrência no mercado poderia levar a empresa para o vermelho.

Uma margem líquida maior, especialmente em comparação com os concorrentes do setor, significa uma margem maior de segurança financeira e indica que a empresa está em melhor posição financeira para comprometer capital para crescimento e expansão.

Quer acompanhar ainda mais de perto a saúde financeira do seu negócio? Separamos os 9 principais indicadores financeiros que você deve acompanhar!

CTA-KRK-3--Contratos-

Natália Lima

Natália Lima

Co-Founder & CFO - Keruak Software. Carreira em Administração de Empresas. MBA em Controladoria e Gestão Estratégica. Para se ter sucesso basta dar o melhor de si e deixar os resultados com Deus.

Read More