Para qualquer empresa que realiza a venda de produtos, a gestão de estoque é parte do processo administrativo para que a mesma tenha sucesso. Afirmamos isso independente do porte da empresa, seja ele pequeno, médio ou grande.

Muitos empresários já ouviram falar da importância da gestão de estoque, mas, por diversos motivos, acabam não realizando essa tarefa como deveriam.

Por isso, no nosso texto de hoje, queremos te ajudar mostrando alguns erros que você simplesmente não pode cometer ao realizar a gestão de estoque da sua empresa.

Assim, você poderá realizar um controle com maior eficiência, gerando melhores resultados para o seu empreendimento.

Vamos ver quais erros são esses?

Os erros de gestão de estoque que você deve passar longe

Ao se atentar para tais erros, você estará atuando de maneira preventiva, evitando que eles aconteçam e fazendo, assim, uma gestão de estoque que contribua de maneira positiva para o funcionamento da sua empresa.

Possuir um estoque desfalcado ou em excesso

Possui um estoque desfalcado, ou em excesso, pode ser um grave problema para uma empresa.

Muitas pessoas podem pensar que apenas uma ou outra situação pode acarretar problemas, mas ambas podem ser prejudiciais para a empresa.

Vamos, primeiramente, falar do estoque desfalcado. Um estoque com desfalque significa um estoque com faltas.

Essas faltas serão, sem dúvidas, problema para a empresa. Elas representam oportunidades de venda perdidas e, como consequência, é possível observar queda na receita do estabelecimento e, ainda, clientes insatisfeitos.

Ao se colocar no lugar do consumidor, você pode entender o quão desagradável é chegar em um estabelecimento esperando poder consumir determinado produto e o mesmo se encontrar em falta por qualquer razão que seja.

O segundo caso, de possuir um estoque em excesso, pode ser igualmente danoso e nós vamos te explicar o porquê.

Um estoque em excesso significa menos espaço físico para outros produtos, o que pode gerar problemas ainda maiores.

Ainda, o excesso de um, ou mais produtos, pode comprometer a gestão financeira do empreendimento, visto que, naturalmente, o retorno sobre o investimento nesses produtos irá demorar um pouco mais acontecer.

Não monitorar o espaço disponível

Ao falar do estoque em excesso, mencionamos a questão do espaço físico, você se lembra?

Ter noção do espaço físico que você tem disponível em comparação com a demanda de produtos que o seu estabelecimento exige, é fundamental para o sucesso da sua gestão de estoque.

Não é incomum vermos uma falta de atenção em relação aos espaços de armazenamento de estoque o que, por sua vez, acaba gerando prejuízos a gestão como um todo.

O que acontece é que, sem saber o espaço disponível ao certo, é fácil fazer encomendas errôneas e, até mesmo, sofrer com a perda de produtos devido à desorganização inevitável que irá acometer o local.

Além disso, sem saber o espaço disponível que você tem, também se torna mais fácil armazenar os produtos de maneira incorreta.

Produtos que não poderiam se encontrar em determinada temperatura acabam indo para qualquer lugar e, assim, o estabelecimento enfrenta ainda mais prejuízos.

Não ter controle do espaço físico disponível para o seu estoque é um erro que abre porta para outros erros e uma série de prejuízos. Portanto, fique atento.

Realizar o controle manualmente

Não é novidade para ninguém que, mesmo com o avanço da tecnologia, algumas pessoas ainda preferem realizar parte da gestão empresarial, senão ela toda, de forma manual.

Contudo, precisamos lembrar que a tecnologia veio para nos ajudar e facilitar os processos de uma empresa e, até mesmo, a nossa vida pessoal.

Hoje em dia, existem diversos softwares que auxiliam na gestão de uma empresa de forma automatizada.

Com isso, os processos internos são otimizados, facilitados e concentrados todos em um lugar.

O controle de estoque, quando feito manualmente, tem suas chances aumentadas de forma significante de apresentar erros.

Isso porque é mais fácil para uma pessoa cometer erros ao realizar um trabalho repetitivo e extremamente detalhado, do que um programa elaborado especialmente para essa tarefa.

Os erros podem gerar problemas graves e, com certeza, irá gerar retrabalho. O que faz com que os colaboradores percam mais tempo e empenhem esforços em algo que não era necessário.

Não integrar a gestão de estoque com outros setores da empresa

A gestão de estoque, ao contrário do que muitos pensam, precisa estar integrada a outros setores.

Os setores que estão diretamente ligados ao estoque são o de vendas e compras. E, obviamente, o financeiro.

Para que se tenha uma boa gestão de estoque, é necessário fazer um planejamento de compras eficaz e ter um bom controle das vendas realizadas.

Dessa maneira, tem-se uma noção apurada de o que entra e o que sai no estoque e na empresa.

Quando esses setores estão integrados, pode-se, facilmente, trabalhar com a previsão da demanda e de oferta tendo maior controle sobre o estoque e sobre o estabelecimento como um todo.

Não realizar um inventário do estoque

Para que a gestão de estoque flua com sucesso, é preciso realizar, com frequência, o inventário do mesmo.

Não realizar esse inventário é um erro que pode trazer diversos prejuízos para a gestão de estoque.

O inventário nada mais é que uma lista com tudo o que contém no estoque, naquele momento, com seus respectivos valores monetários.

Sem o inventário, será muito mais difícil saber o capital que você possui investido em estoque e, ainda, é mais complicado ter uma visão clara dos produtos que você possui disponíveis.

Diante do que expomos aqui, é preciso que você se atente para não cometer esses erros com a gestão de estoque da sua empresa.

Esses cinco erros podem trazer grandes prejuízos para a sua empresa e, com certeza, não é isso que você quer.

Agora que você já sabe mais sobre gestão de estoque, e sobre os erros que não deve cometer, que tal aprender sobre previsão de vendas? A previsão de vendas é essencial para um bom planejamento financeiro e gestão de estoque. Para saber mais, clique aqui.

CTA-KRK-2--Relat-rios-