Você precisou fechar temporariamente a sua loja por causa da pandemia e, nesse meio tempo, não elaborou nenhuma estratégia para contornar esse problema? Então, vamos ensinar a como vender pela internet.

Essa tem sido a maneira pela qual os comerciantes ainda estão conseguindo manter os lucros em dia, por isso, é importante que você não fique para trás e arregace as mangas para iniciar essa jornada.

Ao contrário do que muita gente pensa, vender produtos on-line não é nenhum bicho de sete cabeças. No entanto, é importante saber algumas coisas para fazer isso da forma correta.

Pensando nisso, elaboramos este guia sobre como vender pela internet para ajudar você a dar o primeiro passo. Continue a leitura!

Selecione o seu nicho

Se você já tem a sua loja há um bom tempo, certamente já reparou qual é o tipo de cliente que a frequenta.

Então, para saber como vender pela internet, o processo é o mesmo. Ou seja, você não deve tentar atrair todas as pessoas do mundo, mas aquelas que se identificam com os seus produtos.

Desse modo, é importante que você escolha o seu nicho e dialogue com ele. A segmentação é um processo fundamental para marcar a sua presença e conquistar um tipo específico de clientela.

Especialmente para você que atua em ramos específicos, como no caso de vendas de aquecedor de água elétrico, por exemplo, procure saber de todos os detalhes do seu nicho e fazer uma análise do seu ambiente externo para começar o seu planejamento de vendas pela internet.

Escolha uma plataforma para o seu site

É possível criar um site sem entender nada de TI, sabia? Para isso, existem plataformas que criam o seu site a baixo custo – ou nenhum.

Antes de fazer a sua escolha, é importante considerar as suas necessidades, além de prestar atenção nos protocolos de segurança.

Portanto, pesquise as opções, veja quais funcionalidades são essenciais e identifique a sua possibilidade de investimento referente a isso. A seguir, confira algumas opções:

  • Nuvemshop: a plataforma possibilita uma criação rápida e prática da sua loja virtual, contando com diferenciais interessantes como o painel próprio de aplicativos;

  • Loja Integrada: além de poder criar a sua loja virtual, você consegue integrar outras ferramentas à plataforma, como sistemas para frete e gateways de pagamento;

  • Webstore: essa plataforma de e-commerce permite que você não apenas crie a sua loja virtual como também anuncie os seus produtos em marketplaces, conte com sistema integrado para frete, entre outros benefícios.

Teste agora Keruak - NF e Cobranças

Compre um domínio

Para entender como vender pela internet, você já entendeu que deve criar a sua loja virtual. Para isso, é necessário comprar um domínio. Caso não saiba, esse é o seu endereço eletrônico.

Por exemplo, o nosso domínio é o keruak.com.br

Geralmente, a validade do domínio é de, no mínimo, um ano, mas você pode comprar seu domínios por um período de tempo maior.

É preciso ficar atento à data de vencimento do domínio, do contrário, se você não fizer a renovação, corre o risco de perder o domínio e, consequentemente, uma importante parte da identidade da sua empresa, que é o endereço eletrônico.

Portanto, após a compra, não se esqueça de acompanhar a validade do domínio para manter o pagamento em dia. Veja alguns exemplos para compra de domínio:

  • GoDaddy: considerada o maior registrador do mundo, a GoDaddy disponibiliza planos com bom custo-benefício, sendo possível comprar um domínio por menos de R$20,00;

  • Registro.br: esse é o registrador que permite a você ter o “br” ao final do endereço eletrônico, cujo valor do plano varia entre R$ 40 e R$ 364, conforme o período contratado.

Pense no design

A parte visual da sua loja virtual precisa ser agradável e seguir uma paleta de cores condizente com a identidade da marca. Caso você ainda não tenha um logo, talvez seja a hora de contratar um profissional para criá-lo.

Geralmente, as plataformas oferecem um design básico, então, caso você não tenha orçamento para investir nisso agora, tente criar um design atrativo e funcional, oferecendo aos clientes uma boa navegabilidade.

Caso você possa realizar um investimento para aprimorar o seu site, vale a pena contratar um profissional para cuidar da parte visual.

Ele saberá criar a página harmonizando os ícones, as cores, as fotos e os textos conforme os seus objetivos e necessidades.

Tenha um blog

Uma das maneiras mais eficazes sobre como vender pela internet e atrair pessoas para a sua loja é por meio de um blog. Afinal, com ele, as pessoas podem encontrar você ao digitar uma palavra-chave no Google, por exemplo.

Isso significa que você deve criar artigos relevantes e otimizados para SEO (Search Engine Optimization) – mecanismo voltado para melhor posicionamento no ranqueamento de sites de busca.

Quanto mais elementos de SEO você utilizar em seus textos, maiores são as chances dos seus artigos aparecerem nas primeiras páginas do Google.

Durante esse processo, crie uma persona, que a representação fictícia do seu cliente ideal, para quem você falará nos textos. Isso ajudará você a escrever artigos mais direcionados ao público-alvo.

Valorize as fotos

Ao disponibilizar os produtos para a compra, é importante que você tenha atenção na hora de fotografar ou filmar as mercadorias para postar no seu site.

Fazer fotos mal enquadradas, com fundos inapropriados, apenas afastará a sua possível clientela.

Portanto, posicione os objetos em um local neutro e com uma luz favorável, teste diferentes ângulos e, se possível, faça edições para valorizar ainda mais as fotografias.

As fotos são a sua vitrine virtual, então é importante que você saiba utilizá-las da maneira correta.

Priorize sempre a luz natural (dias nublados são melhores de fotografar, pois dão menos sombra) e utilize outros objetos para compor a imagem que será fotografada.

Analise o volume cúbico e o peso

Antes de iniciar o envio das mercadorias e colocar em prática o que aprendeu sobre como vender pela internet, é necessário verificar a viabilidade desse processo. Para isso, você deve avaliar o volume cúbico e o peso.

Produtos pouco volumosos apresentam fretes mais competitivos, além de serem mais fáceis de armazenar, embalar e enviar.

A questão do peso é semelhante à do volume cúbico, mas objetos pequenos podem ter alto peso, então é importante fazer esse destaque.

Nesse sentido, o peso baixo das mercadorias possibilita um envio econômico e ainda possibilita o transporte delas até os Correios de uma forma mais fácil.

Outra opção é utilizar a Melhor Envio para economizar na gestão dos fretes. Assim, você não precisa depender somente dos Correios.

Esteja nas redes sociais

Uma valiosa maneira de se conectar com a sua audiência é por meio das redes sociais. Por isso, é importante que você crie um perfil nas redes mais populares, como o Instagram, Facebook e Twitter.

Essa presença vai possibilitar que as pessoas encontrem a sua empresa com mais facilidade e falem com você sempre que precisarem.

Além disso, você ainda poderá postar assuntos que sejam relevantes para o público e, assim, atraia-os para a sua loja.

Desse modo, é importante que os conteúdos postados sejam de qualidade e tenham ligação com o seu objetivo. Então, não tente atirar para todos os lados e postar qualquer coisa. Pense no que a sua persona gostaria de ver.

Outra dica é analisar quais serão as redes sociais escolhidas para direcionar os esforços do seu negócio. Afinal, cada uma das plataformas sociais possui grupos de personas diferentes.

Por exemplo, se você vende uniforme profissional, saiba onde seus concorrentes estão mais concentrados, assim como o seu público. Assim, é possível ter mais clareza e precisão em suas estratégias de marketing para as redes sociais.

Considere a pré-venda, a venda e a pós-venda

Um dos maiores erros de qualquer e-commerce é focar apenas na venda, esquecendo-se da pré e pós-venda.

A pré-venda é a etapa de planejamento da venda que você deseja realizar. Nesse caso, é necessário pensar no cliente ideal, no mercado, na solução que quer entregar e qual estratégia para realizá-la.

Já a venda é o processo em que você pensa nos meios de pagamento para o produto, como irá entregá-lo e quais são os canais de comunicação que utilizará para fazer contato com o público.

Por fim, a pós-venda é o último estágio das vendas, no qual a compra já foi concluída e entregue. Nesse momento, é necessário oferecer suporte ao cliente, focando no bom atendimento e fidelização.

Dessa forma, existem diversos cuidados que devem ser implementados ao colocar a sua empresa no mundo virtual. Você não precisa fazer tudo isso de uma vez, mas, aos poucos, é possível chegar aonde deseja.

Neste artigo, você aprendeu como vender pela internet na pandemia. Agora, que tal descobrir como minimizar os impactos causados pela Covid-19? Para isso, leia nosso artigo sobre Crise Financeira Mundial: como minimizar as consequências.

E-book:10 Atitudes Financeiras Que Farão Você Transformar o Seu Negócio