Para oferecer a melhor experiência do usuário possível, é importante não apenas fornecer produtos ou serviços de alta qualidade e atendimento impecável como também variedades nos meios de pagamento.

Como você sabe, existem diferentes opções para que os clientes possam finalizar a compra, mas é necessário descobrir quais combinam mais com o seu negócio e com o público-alvo.

Pensando nisso, elaboramos este artigo para mostrar os principais meios de pagamento, as vantagens e desvantagens que eles apresentam para que, assim, você possa fazer uma escolha acertada. Ficou interessado? Então, acompanhe a leitura!

Adquirente

Atualmente, o cartão de débito ou crédito é o meio de pagamento mais utilizado pelos consumidores. Por isso, você precisa contar com uma empresa que faça a intermediação entre o banco e bandeira do cartão.

Nesse cenário, entra em ação o adquirente, que processa as operações realizadas no cartão.

Então, quando um cliente insere o cartão na máquina ou fornece os dados dela no site, a adquirente envia as informações para as redes da bandeira.

Depois, a rede entra em contato com o banco, verificando se a transação pode ser aprovada. Caso seja, a bandeira envia os dados para adquirente, que autoriza a compra.

Vale destacar que essas empresas costumam cobrar uma taxa de 3% a 6% sobre cada transação, lembrando que as maiores taxas são cobradas em vendas a prazo, enquanto as menores estão relacionadas ao pagamento à vista.

Podemos citar como exemplos de adquirentes o Cielo e Getnet.

Vantagens

Utilizar esse meio de pagamento apresenta algumas vantagens, como a maior agilidade para a aprovação da compra, menor custo a cada transação e a opção de usar mais de um adquirente.

Fora isso, caso seja necessário, é possível fazer parcelamentos sem juros com um custo menor.

Desvantagens

Quanto às desvantagens, podemos citar a necessidade de instalar um sistema antifraude, pois a adquirente não se responsabiliza por fraudes.

Ainda é necessário contar com outros agentes, entre eles o gateway, e a implementação desse serviço apresenta um alto custo.

Subadquirente

Funcionando como um intermediário entre os clientes, as empresas e as adquirentes, existe a subadquirente.

Quando um consumidor realiza uma compra, a cobrança é feita pela subadquirente, que faz o contato com a adquirente para iniciar o processo que relatamos no tópico acima.

De modo geral, as subadquirentes cobram uma taxa que chega a 7% em cima de cada transação.

Alguns exemplos de subadquirentes são o PayPal e PagSeguro.

Vantagens

Por apresentar um bom custo-benefício, a subadquirente é ideal para pequenas e médias empresas. Além de contar com baixo custo de implementação, ainda oferece menos burocracia.

Outro benefício é a segurança na transação por contar com o sistema antifraude.

Desvantagens

Existem subadquirentes que redirecionam o cliente para fora do site do e-commerce, o que pode causar a desistência da compra.

Existe também outro ponto negativo que é o controle de aprovação mais rigoroso, o que pode causar bastante demora – em alguns casos, a compra demora até dois dias para ser aprovada.

Além disso, a partir de um determinado número de vendas, a taxa paga para a subadquirente deixa de ser interessante.

Gateway de pagamento

Um dos principais meios de pagamento é o gateway, que é o intermediário entre as instituições financeiras e as lojas.

Para isso, após a compra do cliente na loja, a cobrança é feita pelo gateway, que faz a conexão com um adquirente para que este entre em contato com o banco a fim de realizar a aprovação.

Quanto às taxas cobradas, vale destacar que é necessário pagar um valor que não chega a R$1 ao gateway, além dos valores cobrados ao sistema antifraude (entre R$0,65 e R$6,00), ao adquirente (0,36% a 6%) e à conciliação bancária (R$250,15).

Vantagens

A conexão do e-commerce com operadoras e bancos é facilitada. Aliás, se houver negociação com as operadoras do cartão, é possível conseguir taxas menores.

Grande parte dos gateways apresenta o PCI Compliance, responsável por armazenar os dados do cartão. Com isso, são disponibilizados serviços como pagamento recorrente e compra em um clique.

Desvantagens

Além do alto custo para a implementação, é necessário que a empresa se encarregue da prevenção de fraudes.

Outra desvantagem é o recebimento parcelado dos pagamentos conforme a quantidade de parcelas escolhida pelo cliente na efetuação da compra.

Boleto bancário

Ainda que compras com cartões sejam mais utilizadas, o boleto bancário segue sendo necessário e amplamente usado por pessoas que ainda não confiam em inserir seus dados na internet ou não têm cartão.

Esse tipo de pagamento é exclusivamente brasileiro, sendo caracterizado como um tipo de cobrança que pode ser paga em qualquer instituição financeira até o vencimento.

Para que essa opção seja disponibilizada para os clientes, a empresa deve emitir os documentos por meio de softwares ou terceirizar esse processo com alguma instituição financeira.

Com isso, após o pagamento do boleto, o banco deposita o valor, e desconta a taxa de serviço, na conta da empresa.

Essa taxa costuma ser de R$4,00, mas pode variar de acordo com cada banco emissor.

Vantagens

Como nem todas as pessoas têm cartões de crédito ou de débito, o boleto consegue abrangê-las. Outro ponto positivo é a possibilidade fornecer descontos, pois o pagamento é feito à vista.

Desvantagens

Além de apresentar a demora na compensação do pagamento, o boleto tem uma grande taxa de desistência dos compradores.

Isso é bastante prejudicial para a empresa, já que ela deixa de vender os produtos que ficam guardados no estoque até a data de vencimento do boleto. Então, o seu negócio sai perdendo por ter feito a reserva.

Como você pôde perceber, os diferentes meios de pagamento disponíveis apresentam vantagens e desvantagens, então cabe a você decidir qual é o mais indicado para a sua empresa.

Com base nas informações que relatamos, é possível fazer a escolha ideal para o seu caso. Lembre-se de avaliar as taxas cobradas para cada serviço, bem como identificar a preferência dos seus clientes.

Agora que você já conhece os principais meios de pagamento, que tal ficar por dentro da praticidade que o pagamento recorrente oferece? Para isso, confira o nosso artigo sobre o assunto!

Teste agora Keruak - NF e Cobranças