/ Gestão Financeira

O guia básico completo de contabilidade para não contadores

Ter conhecimentos em contabilidade é essencial para você que tem uma empresa. Em um mercado tão competitivo como o de hoje, esse conhecimento é um diferencial que te coloca na frente. Por esse motivo preparamos esse guia básico de contabilidade para não contadores.

Muitas empresas acabam indo até mesmo à falência pela falta de conhecimento em contabilidade.

Por isso é tão importante estar familiarizado com esses conceitos.

Com o conhecimento desses conceitos de contabilidade é possível usar as informações que os números te dão a seu favor e realizar uma boa administração do seu negócio.

Saiba disso: é impossível qualquer organização, independente do ramo em que está inserida, alcançar bons resultados se não contar com uma gestão eficaz das suas finanças.

Os conceitos que vamos apresentar no nosso artigo de hoje irão te ajudar a ter uma boa gestão financeira, mesmo não sendo um profissional da área.

Contabilidade para não contadores: aprenda os principais conceitos

Para começarmos a falar sobre esses conceitos que são tão importantes, nada melhor do que definir o que é contabilidade.

O que é contabilidade?

Se você quer aprender mais sobre contabilidade para não contadores, é essencial, primeiramente, entender o que é contabilidade.

A contabilidade pode ser entendida como o estudo da situação e variáveis dos bens, e também dos deveres e direitos de qualquer entidade - seja uma pessoa física ou jurídica.

Isso quer dizer que a contabilidade é responsável por todas as movimentações de dinheiro e valores.

Essas movimentações são registradas e organizadas em resumos, demonstrativos e relatórios.

Os dados presentes nesses registros são apresentados como os resultados da empresa e são extremamente úteis para auxiliar em momentos de tomada de decisão.

É através da contabilidade que tem-se um panorama real da situação do empreendimento, se suas metas estão sendo alcançadas, como está a margem de lucro, se as contas estão devidamente pagas entre outras coisas muito importantes para gerir uma empresa.

O que é patrimônio?

Patrimônio é todo o conjunto de bens, direitos e deveres que se tem. Estejam eles, mais uma vez, relacionados à uma pessoa jurídica ou física.

Ou seja, a definição de um patrimônio abrange aquilo que se tem e aquilo que se deve. Aquilo que se tem são os bens e direitos, aquilo que se deve são as suas obrigações.

Os bens e direitos se referem à parte positiva do patrimônio, que é comumente chamada de patrimônio ativo.

Por outro lado, aquilo que chamamos de patrimônio passivo são as obrigações que constituem a parte negativa do patrimônio.

Para facilitar o entendimento de o que é patrimônio nesse guia de contabilidade para não contadores, vamos definir o que são bens, direitos e deveres.

  • Bens: tudo o que possui um valor econômico que pode ser convertido em dinheiro;
  • Direitos: são os recursos que a pessoa física, empresa ou instituição em questão tem direito a receber, mas ainda não estão em sua posse;
  • Deveres: são todos os valores que devem ser pagos para terceiros.

O que é balanço patrimonial?

Outro conceito importante de contabilidade para não contadores é o que é balanço patrimonial.

O balanço patrimonial reflete a posição da empresa daquele momento.

Para fazer esse balanço é levado em consideração todo o patrimônio, tanto o ativo quanto o passivo, do empreendimento, ou da pessoa física em questão.

Ou seja, ao realizar o balanço patrimonial é necessário fazer o levantamento de tudo aquilo que a empresa tem, os seus bens, também de tudo o que ela deve, suas obrigações, e de tudo o que ele tem o direito a receber, seus direitos.

Assim é possível determinar qual é o cenário financeiro e contábil no qual a empresa se encontra em determinado momento.

Podemos entender o balanço patrimonial como um retrato da empresa naquele período.

O que é o Demonstrativo de Resultados?

O próximo conceito que vamos trabalhar é a famosa DRE. Sua sigla significa Demonstração do Resultado do Exercício. Também podendo ser chamado de Demonstrativo de Resultados.

Entender o que é o DRE é fundamental quando falamos em contabilidade para não contadores.

O objetivo principal da DRE é oferecer um demonstrativo detalhado do resultado de um exercício (lucro ou prejuízo).

Esse detalhamento é feito com base na comparação das receitas com os custos e despesas de uma organização.

Realizar a DRE traz alguns benefícios para a gestão de um empreendimento. Vamos conferir quais são essas vantagens?

  1. Visão financeira específica de todas as movimentações realizadas;
  2. Pode ser utilizada para controle interno ou ainda para controle fiscal;
  3. Traz informações que auxiliam na tomada de decisões;
  4. É um instrumento útil para realizar provisões financeiras e analisar possíveis investimentos;
  5. É utilizado para cumprir determinações legais.

A Demonstração do Resultado do Exercício pode ser feita mensalmente, ou trimestralmente, dependendo do que se objetiva com essa análise.

Para fazer uma DRE é necessário seguir algumas normas que são estabelecidas por lei.

A lei da DRE foi criada em 1976 e tornou obrigatória, a todas as empresas, a apresentação deste demonstrativo anualmente.

As normas que definem a estrutura de uma DRE determinam claramente quais dados devem ser explicitados.

Primeiramente, é necessário lançar a receita bruta de vendas, ou seja, tudo o que foi faturado pela empresa naquele período estabelecido.

Depois de descontar os valores que saíram do caixa da empresa, é preciso então determinar a receita líquida do empreendimento.

Por fim, chega-se ao lucro bruto para depois chegar ao lucro líquido.

O resultado final de toda a DRE é o lucro líquido do exercício, LLE , calculado a partir do lucro líquido, levando em consideração os acréscimos ou descontos referentes a ganhos ou gastos, à participação de cotistas, empregados, partes beneficiárias entre outros.

O que é fluxo de caixa?

O último conceito que vamos apresentar neste guia de contabilidade para não contadores, é o conceito de fluxo de caixa.

Em inglês, cash flow, o fluxo de caixa é uma ferramenta que analisa as movimentações financeiras.

Podemos afirmar que o fluxo de caixa é o controle de todos os valores que entram e saem do caixa em um período de tempo específico.

Realizar um fluxo de caixa é importante para saber exatamente de qual forma o dinheiro da sua empresa está sendo movimentado.

Esse e todos os outros conceitos que abordamos aqui são muito importantes para a realização de uma boa gestão financeira de qualquer negócio.

Para saber mais sobre fluxo de caixa , confira o nosso artigo de 7 dicas para ter um fluxo de caixa saudável na sua empresa. Assim você pode se aprofundar ainda mais nesse assunto tão importante na contabilidade para não contadores.

Natália Lima

Natália Lima

Co-Founder & CFO - Keruak Software. Carreira em Administração de Empresas. MBA em Controladoria e Gestão Estratégica. Para se ter sucesso basta dar o melhor de si e deixar os resultados com Deus.

Read More