/ Gestão Financeira

Planejamento e Controle Financeiro: o que é e a sua importância

O planejamento e controle financeiro é uma maneira proativa de garantir que você otimize os recursos monetários disponíveis para sua empresa.

O processo de planejamento financeiro é vital para o sucesso contínuo de uma pequena empresa, que deve competir com empresas que possuem grandes quantidades de recursos.

O planejamento financeiro implica decidir o que gastar, como gastar e quanto gastar de acordo com os fundos disponíveis. Ele precisa ser feito por todos, desde indivíduos até grandes corporações multinacionais.

Quanto maior o capital de fundos com o qual se está lidando, maior será o esforço necessário para planejar adequadamente seu uso.

No artigo de hoje vamos te mostrar o que é planejamento e controle financeiro e quais são as funções dessa área.

O que é planejamento e controle financeiro

O planejamento e controle financeiro podem ser entendidos separadamente.

Planejamento financeiro diz respeito às metas financeiras que você deseja atingir, enquanto o controle financeiro está preocupado com as políticas e procedimentos enquadrados por uma organização para gerenciar, documentar, avaliar e relatar transações financeiras de uma organização.

Resumidamente, o planejamento financeiro se preocupa em como as coisas devem ser feitas e o controle financeiro faz o relato das finanças da empresa.

Apesar dessa pequena diferenciação, o planejamento e controle financeiro muitas vezes é entendido como uma coisa só: a gestão financeira.

Funções do planejamento e controle financeiro para organizações

O planejamento e o controle financeiro agregam um valor tremendo à empresa. Na verdade, sem isso, nenhuma empresa pode funcionar eficientemente.

Algumas funções são de responsabilidade da equipe de planejamento e controle financeiro. Veja só:

  • Disponibilizar fundos suficientes

Assegurar que fundos suficientes estejam disponíveis para cobrir as despesas diárias, comprar ativos de longo prazo e lidar com custos imprevistos é um dos principais objetivos da gestão financeira.

O planejamento não é feito apenas para garantir que o financiamento esteja disponível em tempo hábil, mas também para que a empresa saiba exatamente de onde arrecadar o dinheiro quando for necessário.

Toda empresa precisa de uma quantidade considerável de fundos para as operações do dia a dia e, quanto maior a empresa, mais dinheiro é necessário.

As finanças têm que fluir continuamente para o negócio, de modo que as operações prossigam e não haja falta de matéria-prima ou parada na produção.

  • Gerenciar Fluxo de Caixa

Não é apenas uma escassez de dinheiro que pode causar problemas; o excesso de caixa pode ser igualmente difícil de administrar.

Se houver escassez de fundos, pode-se inferir com certeza que a empresa terá dificuldade de funcionar.

No entanto, ter excesso de caixa e não usá-lo de maneira ideal é um enorme desperdício de recursos.

Quando a empresa está cheia de fundos, eles devem procurar formas de investir de maneira inteligente e garantir que tenham planos de expansão em vigor e estejam pensando em novos empreendimentos.

  • Entender onde conseguir fundos

Como esses fundos serão levantados? A empresa vai trabalhar com fundos pessoais dos sócios, investidores externos, fará empréstimos junto a bancos?

Uma vez tomada essa decisão, a empresa precisa decidir quem será o investidor ou quais bancos deseja abordar para obter empréstimos.

Como a maioria das empresas utiliza uma combinação de todos esses meios para angariar fundos, o planejamento se torna extenso e complicado.

  • Garantir um fundo de emergência

Toda empresa tem que enfrentar despesas imprevistas, situações de crise e eventos sobre os quais eles não têm controle.

Fundos de emergência são necessários para lidar com essas fases difíceis. Uma das funções do planejamento e controle financeiro é garantir que haja reservas suficientes para tais ocasiões, e que essas reservas sejam continuamente renovadas à medida que se esgotam.

  • Definir os orçamentos de cada departamento

Uma empresa tem que decidir constantemente qual departamento recebe quanto dinheiro.

Cada departamento, como produção, vendas, marketing, etc, teria seu próprio orçamento de quanto eles precisam. Mas eles devem receber os fundos que estão pedindo?

Haverá momentos em que o departamento de marketing pode precisar de mais e haverá momentos em que o departamento de RH precisará de mais.

Quem consegue quanto dinheiro e em que momento é uma atividade constante para os responsáveis pelas finanças da organização.

  • Auxiliar os cumprimentos das metas

O planejamento e controle financeiro também garante a consistência das metas, alinhando os objetivos de crescimento da empresa aos seus requisitos financeiros.

Por exemplo, buscar uma meta de vendas maior pode exigir uma redução na margem de lucro de produtos e serviços, reduzindo os preços.

O planejamento financeiro também apoia o crescimento estratégico da organização, levando em consideração riscos, estimativas de orçamento de capital e oportunidades em novos mercados.

O orçamento é uma ferramenta fundamental no planejamento financeiro que ajuda você a decidir como alocar cada centavo de receita projetado.

Assim, um grande benefício do orçamento é que você declara essencialmente quais são as coisas mais importantes para a sua empresa investir.

Se aumentar a participação de mercado é uma meta primordial, por exemplo, é importante alocar recursos adequados ao marketing.

Com um plano claro e estabelecendo prioridades financeiras, você utiliza o lucro adquirido nas ações certas, aumentando as chances de sucesso da empresa.

Conclusão

O planejamento e controle financeiro é uma atividade feita durante todo o ano e requer o apoio de relatórios e análises financeiras precisas.

Não só precisa ser feito constantemente, como os resultados desses planos também precisam ser monitorados.

Caso não estejam dando certo, novos planos precisam ser elaborados ou os antigos precisam ser modificados.

Quanto maior a empresa, maior o tamanho da equipe que trabalha no planejamento e controle financeiro e maior a habilidade necessária.

O planejamento financeiro começa antes do início de um empreendimento e continua durante toda a sua vida. É uma atividade vital para todas as empresas.

Um dos relatórios financeiros mais comuns (e obrigatório por lei) é o DRE (Demonstração de Resultado do Exercício). Saiba mais em: O que é DRE, como fazer e qual a sua importância? Saiba agora mesmo

Natália Lima

Natália Lima

Co-Founder & CFO - Keruak Software. Carreira em Administração de Empresas. MBA em Controladoria e Gestão Estratégica. Para se ter sucesso basta dar o melhor de si e deixar os resultados com Deus.

Read More