Se você é um empreendedor, provavelmente está atento às oscilações do valor do dólar comercial e preocupado com os impactos que elas podem trazer para os negócios.

O momento é de instabilidade econômica não só no Brasil, devido à pandemia do novo Coronavírus, e é natural a preocupação com os rumos que serão tomados a partir da alta da moeda americana.

As consequências são diferentes em cada ramo de atividades, mas, se há um aspecto em que a maioria dos gestores concordam, é que é preciso se preparar para minimizar os impactos negativos da variação do valor do dólar comercial.

A atual situação gera consequências para diversos segmentos do setor produtivo, tanto para as grandes quanto para as microempresas, e tanto com as mudanças nos custos operacionais quanto com as modificações referentes à aquisição de insumos.

No caso das empresas de pequeno porte, há uma preocupação maior porque elas não conseguem influenciar os preços praticados no mercado.

Por outro lado, essas mesmas empresas são as que melhor conseguem se adaptar a novos cenários econômicos em virtude de sua estrutura administrativa mais simplificada.

Para as empresas que precisam importar insumos, o problema se torna um pouco maior, porque muitas vezes é inevitável repassar os custos ao consumidor final.

Enfim, são diversos os cenários e contextos possíveis quando se pensa nas mudanças no valor do dólar comercial, contudo é possível pensar em estratégias de minimização dos impactos negativos.

Neste artigo, vamos falar de algumas soluções para que você e sua empresa estejam preparados para as oscilações do valor do dólar comercial diante da instabilidade política e econômica atual.

Veja nos tópicos a seguir a atual situação e as expectativas relativas às variações do dólar, além de dicas do que você pode fazer para se proteger dos impactos negativos.

Quais são as expectativas em relação às oscilações do valor do dólar comercial?

As oscilações do valor do dólar comercial tem criado preocupações e expectativas devido à instabilidade econômica atual.

Como os noticiários apontam, a tendência é que a alta do valor da moeda americana permaneça. Isso ocorre devido a diversos fatores, como tensões políticas, os preços de venda do petróleo e a atual crise relacionada à pandemia do Coronavírus.

A crise nos sistemas de saúde se reflete no valor do dólar comercial porque é um risco ao crescimento da economia em todo o mundo.

Como se trata de uma nova doença, ainda que haja diversos estudos sobre o assunto, não há ainda uma previsão concreta sobre o fim da pandemia e uma possível segunda onda.

Além disso, a China, onde o problema teve início, é uma grande consumidora de commodities e tem importantes relações comerciais, inclusive com o Brasil.

Ainda que a China já tenha divulgado uma queda no número de pessoas doentes e um relativo controle da pandemia, os reflexos da crise que ela enfrenta desde o fim de 2019 ainda são visíveis em economias do mundo inteiro.

Não bastasse os impactos econômicos causados pela desaceleração das atividades da China, o coronavírus se espalhou pelo mundo inteiro causando a mesma desaceleração em diversos países.

Houve então uma diminuição da compra de diversos produtos e na contratação de serviços em países do mundo inteiro.

No mercado financeiro, tudo funciona como um efeito dominó. Diante da instabilidade, há a decisão pela compra do dólar, que é considerado uma moeda com força e estabilidade.

E nós já conhecemos a lei da oferta e da procura. Por isso, a tendência durante a crise é que o valor do dólar comercial continue em alta.

Especificamente no Brasil, o corte na taxa Selic desmotivou investidores estrangeiros que buscavam retornos mais concretos.

Então, há menos dólares entrando no Brasil, o que também contribui para o aumento de seu valor por aqui.

E ainda não há uma expectativa de quando o valor do dólar comercial vai cair porque, entre todos os mercados, o de câmbio é o que está sujeito ao maior número de variações e, com a crise relacionada à saúde, essa instabilidade se perpetua.

Portanto, o que você pode fazer nesse momento é cuidar da administração financeira da sua empresa, tomando algumas atitudes protetivas para se preparar para as variações no valor do dólar comercial.

Dicas para se preparar para a variação do valor do dólar comercial

Conforme foi exposto no início deste artigo, os impactos das oscilações do valor do dólar comercial são diferentes para cada segmento, mas há estratégias que podem ser adotadas por todos.

Em seguida, você confere algumas dessas possibilidades.

  • O primeiro passo é avaliar a situação interna e externamente e fazer um balanço das condições financeiras da sua empresa, com uma análise financeira e um controle de contas. Assim você pode se planejar tomar fôlego até a estabilização do valor do dólar comercial;

  • Com um panorama bem traçado, você pode desenvolver um planejamento estratégico pensado especialmente para o período de alta do dólar comercial, levando em consideração o seu fluxo de caixa futuro;

  • Avalie seus fornecedores, principalmente no que se refere aos custos de importação necessários. Negocie valores e reavalie as necessidades e quantitativos de insumos;

  • Faça pesquisas de preços constantes para economizar recursos sempre que possível;

  • Negocie quantidades maiores de insumos para conseguir preços melhores;

  • Se for necessário, para não perder a lucratividade, repasse os custos extras ao seu cliente;

  • Um bom recurso para se proteger é ter sempre os dólares em sua carteira de investimentos, pois eles continuam se valorizando enquanto todos os outros ativos estão em queda;

  • Outra boa opção é o ouro, que só vem apresentando altas desde o início de 2020 e, como o dólar, se apresenta estável, o que mantém seu poder de compra;

  • Você também pode investir em fundos cambiais, que são fundos de investimentos que têm alguns ativos ligados a moedas estrangeiras. Se o dólar subir, o dinheiro investido o acompanha;

  • Outro investimento possível é em fundos multimercados, que buscam manter uma boa rentabilidade em quaisquer condições de mercado, adaptando suas estratégias sempre que necessário.

Considerações finais

Mesmo que o mundo esteja enfrentando atualmente uma crise cujas causas são completamente novas para esta geração, há que se lembrar que em algum momento o cenário irá mudar.

Se houver crescimento do PIB, ou seja, o aquecimento da atividade econômica, o país se torna mais atrativo para investidores estrangeiros, o que pode conter a alta do dólar.

Caso a pandemia seja controlada, as economias do mundo todo se tornarão mais estáveis e haverá uma diminuição da insegurança que causa o aumento da compra de dólares. Isso pode gerar o aumento da demanda pelas moedas de países emergentes, como o Brasil.

Enfim, o importante para o momento é buscar alguma estabilidade e a principal ferramenta para proteger sua empresa é o planejamento estratégico.

Fazer adaptações e utilizar a criatividade podem ser atitudes com resultados positivos tanto de imediato quanto a médio e longo prazo.

Portanto, é hora de pensar em novas soluções. E, para te ajudar nisso, caso sua empresa já esteja sentindo os impactos da variação do valor do dólar comercial, recomendamos o artigo “Crise financeira: como passar por ela e sobreviver”. Boa leitura!

Saiba mais Keruak - Fluxo de Caixa