No ramo das finanças, muitos gestores confundem o real significado dos termos financeiros e isso é capaz de atrapalhar bastante a gestão do negócio. Um dos conceitos que precisa ser muito bem entendido é a contabilidade gerencial.

Ela é um diferencial para empresas que desejam crescer e conquistar o seu lugar no mercado, já que reúne informações fundamentais sobre o negócio.

Neste artigo, vamos explicar o que é contabilidade gerencial, como funciona, para que serve e como implementá-la. Além disso, falaremos sobre a importância do contador nesse contexto e as diferenças entre a contabilidade gerencial e a financeira.

Acompanhe a leitura!

O que é contabilidade gerencial e qual é a sua importância?

A contabilidade gerencial é focada no público interno, contando com um conjunto de técnicas e procedimentos que vão ajudar o seu negócio a tomar decisões acertadas.

Podemos definir esse tipo de contabilidade como uma ferramenta necessária para que a direção da empresa tenha conhecimento sobre dados relevantes.

Nos documentos gerados pela contabilidade gerencial, é possível identificar a saúde financeira da empresa, a receita, os recursos disponíveis, entre outros dados importantes.

Desse modo, essa ferramenta é necessária para empreendedores que desejam ter mais informações estratégicas para a tomada de decisões, planejamento e controle da organização.

Com isso, é possível corrigir falhas para aprimorar a situação atual da empresa e, assim, projetar um futuro melhor. Além das falhas, a contabilidade gerencial também consegue identificar oportunidades que podem ajudar no crescimento do seu negócio.

Portanto, a contabilidade gerencial apresenta vários benefícios, como a redução de desperdícios, a melhoria da comunicação entre os gestores e os demais colaboradores, previsão financeira mais acertada e muito mais.

KRK - Vendas - DRE

Como funciona a contabilidade gerencial?

A análise das demonstrações contábeis, a contabilidade de custos e a contabilidade financeira são alguns dos itens utilizados dentro dessa estratégia.

Assim, na contabilidade gerencial, os profissionais responsáveis criam planilhas, gráficos, relatórios, enfim, documentos de modo geral, que vão reunir informações importantes sobre mix de produtos, metas e objetivos do seu negócio, definição de orçamento e muito mais.

Mas, para que a contabilidade gerencial possa fornecer as informações que vão ajudar a tomar decisões estratégicas, ela precisa se basear na coleta, resumo e avaliação dos dados.

Logo, a contabilidade gerencial funciona a partir de uma série de cuidados, entre eles a projeção do fluxo de caixa.

Além disso, ela faz a análise de indicadores e define os custos ideais, que são aqueles que precisam ser buscados.

Outro item que faz parte da contabilidade gerencial é o planejamento tributário, assim como a elaboração e o controle do orçamento.

Não podemos esquecer, ainda, que esse conceito ajuda a calcular o ponto de equilíbrio, ou seja, a equivalência entre as despesas e as receitas.

Qual é a diferença entre a contabilidade gerencial e a financeira?

A contabilidade gerencial e a financeira são extremamente importantes para a sua empresa, mas não são iguais, ainda que muitos gestores façam essas confusão.

Preparamos uma tabela para que você possa entender melhor a diferença:

tabela contabilidade gerencial


Ficou mais clara essa diferença? Vamos ver agora como um contador pode te ajudar nessa missão.

Qual é a importância do contador na contabilidade gerencial?

O contador é uma figura essencial para empresas que desejam adotar a contabilidade gerencial. Isso porque é ele quem vai elaborar as demonstrações contábeis que vão ser utilizadas como base para essa estratégia.

Esse profissional é capaz de fornecer detalhes sobre a movimentação do patrimônio, incluindo ativos, passivos, custos e receitas. Com isso, ele consegue prever como esses itens podem afetar o futuro da sua empresa.

O contador pode indicar mudanças necessárias para reduzir custos, aumentar a receita e muito mais.

Teste agora Keruak - NF e Cobranças

Outra função importante desse profissional dentro da contabilidade gerencial é indicar estratégias relacionadas aos tributos, ou seja, realizar a gestão fiscal da empresa.

Afinal, por entender sobre impostos e regulamentos, o contador pode ajudar a reduzir o impacto desses itens que, como já sabemos, costuma ser muito alto para as empresas brasileiras.

Como implementar a contabilidade gerencial na empresa?

Ficou convencido de que a contabilidade gerencial é uma estratégia fundamental para a sua empresa? Até porque, com os vários benefícios trazidos por ela, empresas que desejam crescer precisam contar com esse tipo de contabilidade. Então, o próximo passo é saber como implementá-la.

Nesse caso, o primeiro passo é entender que a contabilidade gerencial deve andar junto a outros itens, como a contabilidade de custos e a financeira.

Dessa forma, é possível encontrar todas as informações necessárias para identificar as soluções mais indicadas para os problemas atuais.

Além disso, é importante analisar os relatórios frequentemente, lembrando que eles precisam estar baseados no orçamento.

Outras etapas necessárias são:

  • Contabilização das contas bancárias;
  • Reconhecimento de despesas, custos e receitas;
  • Armazenamento das quantias relacionadas ao 13º e às férias dos colaboradores;
  • Entre outros.

Como você pôde notar, existem diferentes itens que precisam ser observados para que a contabilidade gerencial possa ser implementada na sua empresa e todos devem ser analisados de forma atenciosa.

Nesse contexto, uma dica importante é contar com um software financeiro que vai otimizar o trabalho dos colaboradores da área financeira e ainda evitar falhas humanas.

Por meio desse tipo de software, é possível emitir notas fiscais, registrar contas bancárias, fazer a gestão de contratos, registrar as contas a pagar e a receber, incluir orçamentos e propostas, emitir boletos, controlar o estoque e muito mais.

Geralmente, o software financeiro oferece diferentes planos que apresentam funcionalidades variadas, então você pode escolher aquele que mais se encaixa nas necessidades da sua empresa, assim como no orçamento atual.

Portanto, para quem enxerga a importância da contabilidade gerencial e deseja aplicá-la no próprio negócio, contar com um software financeiro é uma ótima opção. Para isso, recomendamos que você teste gratuitamente o Keruak! Você não paga nada se não gostar.

Até a próxima leitura!

Guia Definitivo de Gestão de Empresas