/ Vendas

5 estratégias para fazer precificação de serviços corretamente

Você possui uma empresa de serviços? Se sim, você sabe que nem sempre é fácil fazer a precificação de serviços. Para garantir que sua empresa seja rentável, experimente estas dicas de precificação de serviços.

Por que é tão difícil fazer uma boa precificação de serviços?

Aprender a avaliar um serviço pode ser difícil porque suas despesas são mais subjetivas do que uma empresa com produtos físicos.

O quanto você cobra dos clientes nem sempre se correlaciona diretamente com o valor que você paga para executar os serviços.

Se você possui uma loja de varejo, você compra mercadorias a um determinado preço. Para obter lucro, você sabe que precisa vender as mercadorias por mais do que pagou. Você determina como precificar um produto de acordo com seu custo.

Para indústrias de serviços, encontrar uma margem de lucro não é tão simples. Você não tem um preço original para fazer referência.

Em vez disso, sua fórmula de preços para serviços deve levar em conta os aspectos intangíveis da execução de sua empresa, como tempo e valor.

Isso dificulta a precificação estratégica, mas garante que ela seja adaptada às necessidades de sua empresa.

5 principais estratégias de preços para serviços

A boa notícia é que, como não há uma maneira definitiva para os serviços de preços, você tem flexibilidade. Use os itens a seguir para aprender a definir preços para serviços:

  • Taxa horária;
  • Preços fixos;
  • Tempo investido;
  • Preços do concorrente;
  • Valor percebido.

Cobrar por taxa horária

Calcule uma taxa por hora para obter uma linha de base para os preços. Siga estes três passos para ver quanto cobrar por hora.

1. Adicione despesas

Operar uma empresa de serviços não significa que sua empresa esteja livre de despesas. É importante entender o verdadeiro custo da prestação de serviços para encontrar sua taxa horária.

Dê uma olhada nos seus custos diretos e indiretos, bem como no salário que você quer ganhar.

Custos diretos

Como o nome indica, os custos diretos vão diretamente para seus serviços. Despesas diretas incluem os suprimentos que você usa para executar serviços e mão de obra direta. Se você tiver funcionários, contabilize salários, taxas de emprego e benefícios para funcionários de pequenas empresas.

Custos indiretos

Despesas gerais são custos indiretos necessários para operar. Aqui estão alguns exemplos desse tipo de custo:

  • Aluguel e utilitários
  • Equipamentos e Manutenção;
  • Seguro;
  • Trabalho indireto (por exemplo, secretário ou contador);
  • Marketing e publicidade;
  • Funções administrativas (por exemplo, o custo para faturar clientes);

Para descobrir sua margem de lucro alvo, considere também o salário que você quer ganhar. Seu salário é o que você vai usar para despesas pessoais.

Se você está deixando o emprego para começar um negócio, comece com um salário próximo ao que você ganha atualmente.

Adicione todos os custos diretos, despesas gerais e salário para o valor total que você deve cobrir.

2. Determine sua taxa horária

Utilizar taxa horária é uma estratégia popular quando o assunto é precificação de serviços.

Descubra o número de horas que você trabalhará durante o ano. Por exemplo, se você planeja trabalhar 40 horas por semana, multiplique 40 horas por 52 semanas. O cálculo fornece 2.080 horas de trabalho para o ano.

Planejar trabalhar 40 horas por semana durante todo o ano pode não ser realista. Não se esqueça das férias, feriados e dias de folga que você pode tirar.

Subtraia horas que não sejam de trabalho de 2.080 para ver a quantidade real de horas em que você irá trabalhar.

Depois de decidir sobre o total de horas de trabalho do ano, encontre as horas faturáveis. Subtraia o tempo não faturável do total de horas.

As horas não faturáveis incluem tarefas que não geram receita, como o fornecimento de clientes e o preenchimento de documentos.

Separe cerca de 20% das suas horas de trabalho para ser não faturável. Portanto, se você planeja 2.080 horas de trabalho, 416 não são faturáveis.

Para a taxa horária, divida suas despesas por horas faturáveis. Veja um exemplo:

Os custos anuais da sua empresa (incluindo seu salário) somam R$ 75.000. Neste ano, você planeja trabalhar 1.920 horas.1.920 horas X 20% = 384 horas não faturáveis.

1.920 horas - 384 horas não faturáveis = 1.536 horas faturáveis

R$ 75.000 / 1.536 horas faturáveis = R48,82 por hora

Logo, sua taxa horária é de R$ 48,82.

3. Inclua uma margem de lucro

Uma margem de lucro ajuda você a criar uma reserva de caixa para expandir seus negócios. Você pode utilizar o dinheiro da reserva para investir em equipamentos ou pagar por custos inesperados de administrar um negócio.

Primeiro, decida qual porcentagem você quer que a margem de lucro seja. Uma margem de 10% a 30% é saudável para a maioria dos modelos de precificação de serviços.

Multiplique a taxa horária pela margem de lucro desejada. Adicione esse valor à taxa horária. Dê uma olhada no exemplo anterior ajustado para uma margem de lucro:

A taxa horária é de R$ 48,82 por hora. Você quer uma margem de lucro de 20%. R$ 48,82 Taxa por hora X 20% Margem de lucro = R$ 9,76

R$ 48,82 + R$ 9,76 = R$ 58,58

Logo, o preço por hora com margem de lucro é de R$ 58,58 por hora. Se você quisesse, poderia arredondar o valor.

Cobrar um preço fixo

Como uma empresa de serviços, outra rota para definir preços para serviços é cobrar dos clientes pelo projeto.

Use sua taxa horária e estime quanto tempo levará para executar o serviço. Multiplique o tempo pela sua taxa horária. Ou você pode cobrar um preço fixo por cada serviço.

Há vantagens e desvantagens de fazer a precificação de serviços por projeto, e não por horas. Às vezes, você investe mais tempo em um serviço do que o inicialmente previsto. A taxa fixa pode forçá-lo a cobrar menos do que o valor do projeto.

Tempo investido

Há muitas áreas cinzas quando se trata de estratégias de preços para serviços. O tempo que você coloca no seu negócio é importante.

Acompanhe a quantidade de tempo necessária para concluir serviços. Quanto mais tempo você gasta em um projeto, mas você deve ganhar.

Além disso, considere o número de anos que você esteve na indústria. Você é novo no mercado ou já trabalhou por muitos anos? Quanto mais tempo você tiver em seu currículo, mais valor será adicionado à sua empresa. Você pode cobrar mais como uma pessoa experiente em seu setor.

Preços do concorrente

Não baseie sua precificação de serviços no que os concorrentes estão cobrando. Mas, esteja ciente do quanto outras empresas cobram.

Seus concorrentes estão jogando na mesma arena. Ignorar suas estratégias para precificação de serviços não ajuda você a ganhar espaço no seu setor. Pelo contrário, deixa você ignorante sobre o que está acontecendo em seu mercado.

Manter um olho no preço do concorrente revela o que o distingue.

Use suas diferenças para comercializar seus negócios. Mostre aos clientes o valor da experiência única que sua empresa oferece.

Valor percebido

Não importa quanto você cobra, você não ganhará dinheiro se os clientes não estiverem dispostos a pagar. Você precisa entender como os clientes percebem seu negócio.

Use um estudo de mercado para coletar informações de pesquisas, publicações do setor e grupos focais para ver o que os clientes pensam.

Prove seu valor por meio da conscientização da marca e da experiência do cliente.

Cobrando um preço justo

Não há uma maneira considerada a correta quando falamos em precificação de serviços. Cabe a você decidir o valor das suas ofertas e como elas se encaixam no mercado que você atende.

Se você está calculando os preços pela primeira vez, pode achar que o valor é muito alto. Mas é importante saber como calcular a lucratividade com precisão para que sua empresa possa prosperar.

Se você faz um bom trabalho e cuida dos clientes, você não deve ter problemas com suas taxas.

Decidir sobre uma margem de lucro alvo é um equilíbrio cuidadoso. Você quer marcar seus preços altos o suficiente para ganhar uma boa margem de lucro, mas também não quer perder clientes para a concorrência por ter preços muito altos.

Sabe como fazer a precificação de serviços, mas ainda precisa de uma maneira simples de rastrear transações comerciais? O Software de Gestão Financeira do Keruak é fácil de usar e feito para o não-contador. Experimente de graça clicando aqui.

CTA-KRK-3 (Contratos)

Natália Lima

Natália Lima

Co-Founder & CFO - Keruak Software. Carreira em Administração de Empresas. MBA em Controladoria e Gestão Estratégica. Para se ter sucesso basta dar o melhor de si e deixar os resultados com Deus.

Read More