/ Gestão

Giro de estoque: aquilo que (quase) ninguém te conta

Empresas que comercializam produtos precisam se preocupar com algumas coisas: fornecedores, cadeia de produção, matérias primas e giro de estoque.

Esses são apenas alguns dos elementos essenciais para o sucesso de uma empresa que deseja vender seus produtos a seus clientes.

Se a sua empresa se encaixa nesse ramo, queremos te perguntar: você se preocupa com o seu giro de estoque? Você sabe o que é giro de estoque? Ou, até mesmo realiza a gestão de estoque no seu empreendimento?

Mensurar o seu giro de estoque e realizar o acompanhamento desse índice é fundamental para uma gestão de bons resultados.

Se você ainda não sabe o que é giro de estoque, ou como mensurá-lo, continue a leitura desse artigo. Ao final dele, você saberá tudo o que precisa sobre esse assunto.

O que é giro de estoque?

Primeiro, precisamos começar com o básico. Como falar da importância de giro de estoque, ou de como mensurar esse índice, se o seu conceito ainda não está claro, não é mesmo?

Assim, vamos, então, entender o que é giro de estoque.

Giro de estoque é um indicador que demonstra a saúde financeira do estoque do empreendimento.

Esse indicador irá revelar a velocidade de renovação dos produtos no estoque em determinado período pré-estabelecido; pode ser uma semana, um mês ou um trimestre. O período estabelecido dependerá de o que os gestores da empresa julgarem melhor.

O giro de estoque é, então, um demonstrativo da situação do estoque, sendo útil para controle e análise do ritmo de compra e vendas do empreendimento. O que, posteriormente, auxilia no planejamento financeiro do mesmo.

Como o giro de estoque afeta a gestão de uma empresa?

O que muitas pessoas não explicam é como o giro de estoque pode afetar uma empresa.

Diversos empresários, provavelmente, já ouviram falar do termo giro de estoque, mas muitos não sabem qual a importância desse indicador para as suas empresas ou as implicações que o mesmo possui.

Quando falamos em gestão de estoque, mensurar o giro de estoque é fundamental para uma boa administração do mesmo.

Para que você entenda melhor, vamos falar de como o giro de estoque pode afetar a sua empresa. Assim, você compreenderá a importância desse indicador para a sua gestão interna.

Um giro de estoque baixo reflete que mercadorias estão no estoque há muito tempo.

Por exemplo, em uma empresa do segmento alimentício, sem o giro de estoque de determinados produtos, é possível que se perca o controle da validade dos mesmos, o que, com certeza, seria prejudicial para o negócio.

Já uma empresa de setor de vestimenta, seria prejudicada com um baixo giro de estoque porque roupas devem ser vendidas a cada estação. Logo, roupas que permaneçam no estoque por muito tempo podem nunca serem vendidas.

Independente da área do mercado no qual a empresa está inserida, um giro de estoque baixo será negativo por significar menos vendas e, assim, menor receita para a empresa.

Ainda, podemos citar os custos de manutenção que um estoque demanda. Assim, ter produtos armazenados por muito tempo será prejudicial não só pela diminuição de receita que eles representam, mas também por ocupar um espaço físico que poderia ser utilizado com outros produtos.

Se pensarmos por outro lado, um giro de estoque elevado representa os produtos que possuem uma saída constante e que refletem uma boa gestão de estoque.

Como consequência, não há gastos excessivos com o armazenamento de estoque, não há produtos encalhados e não há diminuição de vendas e receita.

A importância de interligar a gestão de estoque com outros setores da empresa

Ao falarmos sobre como o giro de estoque afeta a sua empresa, você pode ter percebido que a gestão de estoque e, portanto, o giro de estoque, está diretamente ligada a outros setores da empresa.

Sendo esses setores, principalmente, o de vendas e de compras.

Para administrar o seu estoque bem, é preciso levar em consideração a necessidade de ter um bom planejamento de vendas e de compras, sendo que um está relacionado com o outro.

O que você irá comprar, para utilizar para a produção dentro da sua empresa, dependerá daquilo que você vende e do quanto que você vende.

Esse é o clássico caso da relação entre oferta e demanda. Sendo que é preponderante você analisar ambos os lados dessa relação para saber como gerir o seu estoque.

Dessa forma, você terá um giro de estoque elevado o que irá fazer com que o seu negócio flua com mais facilidade, trazendo melhores resultados. Interessante não é mesmo?

Como mensurar o giro de estoque?

Agora que você já sabe mais sobre  o que é giro de estoque, os efeitos que ele pode gerar em uma empresa, é o momento de saber como mensurar esse indicador.

Afinal, de nada adiantaria saber boa parte da teoria, se você não souber como colocar o uso desse indicador em prática, não é mesmo? Continue a leitura.

O cálculo que deve ser realizado para chegar até o giro de estoque é simples, mas envolve algumas variáveis.

Tais variáveis precisam ser devidamente calculadas para que não haja nenhum erro no resultado final do giro de estoque.

A fórmula utilizada para esse cálculo será a seguinte:

GIRO DE ESTOQUE = TOTAL DE VENDAS / VOLUME MÉDIO DE ESTOQUE

Antes de realizar o cálculo você precisa se atentar a alguns elementos:

  • Faz-se necessário determinar, primeiramente, o período que será analisado;
  • As variáveis (total de vendas e volume médio de estoque), como mencionamos, devem ser devidamente calculadas.

Para fazer o cálculo, você pode usar números brutos, como por exemplo a quantidade de produtos vendidos, ou o valor final corresponde a essa quantidade.

Com o objetivo de trazer o sucesso financeiro para a sua empresa, o giro de estoque é de extrema importância. Contudo, existem muitos outras práticas que precisam ser adotadas com diligência. Podemos citar o controle de caixa como uma dessas práticas.

Agora que você já sabe mais sobre giro de estoque, que tal aprender sobre como realizar um controle de caixa que seja efetivo? Clique aqui para aprender mais. Com o conhecimento oferecido por esses conteúdos será muito mais fácil para você conduzir a sua empresa rumo ao sucesso que almeja.

CTA-KRK-1--NFE-e-Cobran-as-

Natália Lima

Natália Lima

Co-Founder & CFO - Keruak Software. Carreira em Administração de Empresas. MBA em Controladoria e Gestão Estratégica. Para se ter sucesso basta dar o melhor de si e deixar os resultados com Deus.

Read More