/ Gestão Financeira

Controle de caixa: saiba ainda hoje o passo a passo de como fazer

Os desafios de empreender são diários e se demonstram, com facilidade, na tarefa de realizar um bom controle de caixa. Você se preocupa em manter o fluxo de caixa na sua empresa saudável?

O cenário perfeito, para qualquer empresa, independentemente de seu tamanho ou segmento de mercado no qual está inserida, seria um fluxo de caixa positivo. Sempre.

Contudo, sabemos que, por diversos motivos, um fluxo de caixa positivo nem sempre é o que acontece dentro das empresas.

Clientes inadimplentes, contas a pagar, vendas baixas e outros fatores podem contribuir para um cenário financeiro longe do ideal.

Por esse motivo, você precisa realizar o controle de caixa de maneira efetiva dentro da sua empresa. No nosso artigo de hoje, você irá aprender o passo a passo de como fazer o controle de caixa.

Mas, para que você entenda como fazer o controle de caixa, antes, vamos discorrer um pouco sobre a importância dessa prática dentro das organizações.

A importância do controle de caixa

O controle de caixa é importante pelos muitos benefícios que esse controle pode trazer para a sua empresa.

Nós vamos listar alguns deles para que você se convença a começar a fazer o controle de caixa ainda hoje na sua empresa. Confira logo a seguir.

  • Possibilita o controle de todas as contas a pagar e a receber e, de maneira geral, das finanças da empresa;
  • Possibilita uma visão precisa da realidade financeira da empresa;
  • Atua como um relatório das movimentações da empresa;
  • É um dos principais instrumentos de gestão, trazendo maior eficiência à mesma;
  • Dá insumos e informações importantes para os momentos de tomada de decisões;
  • Demonstra se há necessidade e, até mesmo possibilidade, de realizar novos investimentos;
  • Entre outros.

Os benefícios em realizar o controle de caixa da sua empresa são diversos e vão se revelar a curto, médio e longo prazo.

Mas, o que realmente interessa é: como fazer o controle de caixa, não é mesmo? Continue a leitura e aprenda a começar a fazer este controle dentro da sua empresa ainda hoje.

Como fazer o controle de caixa?

Fazer um bom controle de caixa na sua empresa será útil para criar previsibilidade a respeito do que pode vir a acontecer dentro do seu empreendimento.

A seguir, iremos te mostrar o passo a passo para que você faça o controle de caixa da melhor maneira.

Assim, você terá controle das suas finanças, saberá exatamente quais são as movimentações mais significativas e saberá, ainda, como agir diante do cenário financeiro vigente.

Separando as finanças

Primeiramente, quando você for começar a fazer o controle de caixa, separe as finanças da empresa entre saídas e entradas.

De maneira resumida, podemos definir as entradas e saídas da empresa da seguinte maneira:

  • Entradas: as entradas fazem referência a todo o dinheiro que entra na empresa no período determinado para análise do controle de caixa;
  • Saídas: as saídas são, ao contrário das entradas, todo o dinheiro que sai da empresa.

Como exemplo de entradas, podemos citar o valor que os consumidores pagam pelo produto ou serviço oferecido, ou seja, as vendas realizadas. Além de investimentos e pagamento de dívidas por parte dos clientes inadimplentes.

Já como exemplo de saídas, podemos citar os gastos com fornecedores, despesas operacionais e administrativas, além de investimentos.

O primeiro passo para realizar o controle de caixa é, portanto, fazer essa distinção entre todas as movimentações financeiras da sua empresa.

Esses tipos de gastos não são exatos dentro de todas as empresas, por isso, é necessário fazer uma análise individual de como eles funcionam dentro da sua empresa, para que depois a separação seja feita corretamente.

Registrando as movimentações

No primeiro passo, foi necessário definir, classificar, as suas finanças, determinando se elas são entradas ou saídas.

Agora, no segundo passo, é o momento de registrar todo o dinheiro que é movimentado dentro da sua empresa.

Para isso, você pode usar uma planilha no Excel ou contar com o auxílio de um software de gestão financeira.

Analisando os dados

Nesse terceiro passo você deve analisar os dados obtidos com os dois primeiros passos que foram realizados.

Obviamente, realizar o controle de caixa só será útil se você obtiver, a partir desse controle, dados que sejam úteis para a sua gestão.

Nesse sentido, para analisar os dados do seu controle de caixa, você precisa olhar o seu saldo mensal.

Todo mês terá um saldo inicial, resultado do caixa final do mês anterior. A este valor, deve-se somar todos as entradas desse período e subtrair todas as saídas.

Outro ponto que você deve analisar ao fazer o controle de caixa é o lucro que a sua empresa está gerando.

Existem dois tipos de lucro: lucro bruto e lucro líquido.

O lucro bruto corresponde à relação entre receita geral. O lucro líquido, por outro lado, leva em consideração todos os custos envolvidos na produção e no funcionamento da empresa, sejam eles fixos ou variáveis.

Muitas pessoas, que não sabem como fazer uma análise correta do controle de caixa, acabam apresentando um lucro bruto alto, mas um lucro líquido próximo aos seus gastos.

Logo, a margem de lucro real não é interessante para a empresa porque não apresenta um ganho significativo, visto que muitos custos e despesas não foram levados em consideração.

Não existem grandes mistérios para realizar um bom controle de caixa, mas queremos te lembrar de algumas práticas fundamentais:

  1. Atualize, sempre, o registro das entradas e saídas conforme ocorrem;
  2. Automatize o seu controle de caixa, para otimizar tempo e evitar erros;
  3. Interprete as informações do controle de caixa de maneira correta;
  4. Detalhe todos os lançamentos realizados;
  5. Crie categorias dos seus gastos;
  6. Lance os recebimentos e não as vendas;
  7. Não misture contas pessoais com as contas da sua empresa.

Se atentando a essas dicas, com certeza o seu controle de caixa será eficiente e contribuirá para melhores resultados dentro da sua empresa.

Para que o seu controle de caixa seja cada vez mais positivo, não deixe de conferir o artigo que temos com um conteúdo que irá te ajudar a ter um fluxo de caixa sempre saudável. Basta clicar aqui.

CTA-KRK-1--NFE-e-Cobran-as--2

Natália Lima

Natália Lima

Co-Founder & CFO - Keruak Software. Carreira em Administração de Empresas. MBA em Controladoria e Gestão Estratégica. Para se ter sucesso basta dar o melhor de si e deixar os resultados com Deus.

Read More