Saber o que é administração financeira vai muito além do que o nosso senso comum nos diz. Se seguíssemos esse tipo de pensamento, saber o que é administração financeira se resumiria em ter um bom controle de fluxo de caixa, não é mesmo?

Não é por mal, mas possuímos a tendência de simplificar processos que têm uma demanda maior da nossa atenção.

Quando pensamos em o que é administração financeira, essa tendência não é diferente.

A gestão das finanças de uma empresa é uma das práticas mais importantes dentro da mesma.

E, ainda assim, muitas vezes, essa administração não é feita com a diligência necessária.

Se você tem dúvidas a respeito de o que é administração financeira, acompanhe essa leitura e aprenda tudo o que é necessário saber a respeito deste assunto.

O que é administração financeira?

O conceito, em si, de o que é administração financeira não é nenhum bicho de sete cabeças. O que faz com que essa administração não seja efetiva é a pouca importância dada aos seus processos. Mas vamos ver uma coisa de cada vez: primeiro o conceito e depois a sua importância.

De maneira geral, podemos condensar o que é administração financeira em um conjunto de práticas que visam uma boa gestão dos recursos da empresa.

Assim, estão relacionados à administração financeira todos os processos que vão controlar, planejar e utilizar as finanças da empresa da melhor maneira.

Ainda dentro da área das finanças, como uma prática importante, podemos citar a análise dos resultados financeiros.

Logo, quando falamos sobre o que é administração financeira, nos referimos às práticas que irão, de certa forma, determinar se a sua empresa tem uma vida financeira saudável ou não.

Para resumir, confira abaixo quais são as principais atitudes que permeiam uma boa administração financeira:

  • Controle dos recursos;
  • Planejamento das finanças;
  • Análise dos resultados financeiros.

Contudo, agora que você já sabe o que é administração financeira, você deve estar se perguntando como é possível aplicá-la no dia a dia da sua empresa.

Nós iremos destacar, logo a seguir, algumas importantes ferramentas de gestão que irão auxiliar na administração financeira da sua empresa.

Cada ferramenta irá buscar cumprir uma prática diferente dentro daquilo que determinamos como o que é administração financeira.

Nesse contexto, é fundamental a existência de um setor específico para colocar tudo isso em prática.

Nova call to action

Seja qual for o porte da empresa, ela precisa de um setor financeiro, pois as responsabilidades nessa área são muitas e para executá-las satisfatoriamente é necessária uma dedicação exclusiva.

Além disso, contar com profissionais especializados vai evitar uma série de possíveis erros que ocorrem quando o empreendedor ou mentor da empresa resolve assumir a administração financeira.

O setor financeiro é o coração da empresa, pois são as suas atividades que garantem o sucesso do negócio e a viabilidade para o funcionamento de cada setor.

Como montar o departamento de administração financeira ideal

Em pequenas empresas, muitas vezes, a administração financeira é assumida pelo empreendedor, o que não é a situação ideal.

É importante contar com pelo menos um profissional especializado e que possa se dedicar exclusivamente às muitas atividades que envolvem as finanças.

Se sua empresa é pequena e não é possível estruturar um departamento de administração financeira completo, a primeira preocupação deve ser com a contratação de alguém que cuide da tesouraria.

Isso porque o primeiro passo para uma administração financeira eficiente é contar com um fluxo de caixa controlado. A partir de então, você pode pensar nos profissionais de contabilidade e gestão de riscos.

Para ter um departamento de administração financeira ideal, é preciso contar com profissionais especializados e experientes para assumirem as seguintes funções:

  • Tesouraria;
  • Contas a pagar e a receber;
  • Contabilidade;
  • Gestão de riscos;
  • Gestão de impostos;
  • Planejamento financeiro;
  • Relação com investidores;
  • Registro;
  • Caixa.

Ainda que um mesmo profissional assuma mais de uma dessas funções, é importante se preocupar com todas elas.

Normalmente, o departamento financeiro vai crescendo à medida do crescimento da própria empresa, até contar com profissionais com as mais diversas funções.

Além dos profissionais especializados, é preciso contar com soluções tecnológicas adequadas.

Assim será possível desenvolver todas as tarefas de forma eficiente e sem desperdiçar o tempo da equipe com tarefas que podem ser automatizadas.

Melhores ferramentas para uma boa administração financeira

Agora que você já sabe o que é administração financeira, você pode focar a sua leitura em como implementar uma boa gestão das finanças dentro da sua empresa.

Para que tal implementação seja feita da melhor maneira, é possível contar com o auxílio de diferentes ferramentas.

Nesse momento do nosso artigo, iremos apresentar a você algumas dessas ferramentas que são essenciais para você, que sabe o que é administração financeira e deseja colocá-la em prática de maneira eficiente.

Controle dos recursos

Quando falamos a respeito da definição do que é administração financeira, falamos que uma dessas práticas é o controle dos recursos.

Por controle dos recursos podemos entender o controle do estoque, das pessoas e, obviamente, das próprias finanças.

Um estoque bem organizado irá proporcionar a você, sendo o gestor financeiro da empresa, o domínio sobre o que tem sido mais utilizado e o que não tem tido tanta saída e, dessa forma, tem ficado acumulado.

Nova call to action

Se a sua empresa presta serviços, e não vende nenhuma mercadoria, podemos pensar nesse controle de estoque como um controle daquilo que tem sido mais oferecido aos seus clientes.

De qualquer forma, você saberá o que tem maior aceitação pelo seu público e, poderá se planejar melhor diante dos seus fornecedores.

Além do controle do estoque, podemos falar no controle dos recursos humanos, que deve ser visto como um ativo dentro da empresa, sendo este essencial para o seu funcionamento pleno.

Ainda, podemos destacar o controle das finanças em si. Para que esse controle seja feito, é possível utilizar uma ferramenta simples e direta chamada de Controle de Contas a Pagar e a Receber.

Esse simples controle, feito através de um documento elaborado por você mesmo ou com a ajuda de software, traz uma perspectiva geral da saúde financeira da sua empresa.

Você percebe imediatamente as contas que ainda devem ser pagas e aquelas que ainda serão recebidas.

Planejamento das finanças

O planejamento financeiro é uma prática, dentro da gestão financeira, essencial para que a mesma seja efetiva e traga resultados satisfatórios para a empresa.

O planejamento financeiro envolve não apenas os custos, gastos e investimentos de uma empresa, mas também, de forma bem específica, os tributos da mesma.

A carga tributária de uma empresa pode ser extensa e, se a administração financeira não for feita da melhor forma, consequências negativas podem ser enfrentadas.

Uma das ferramentas que podem ser utilizadas com o objetivo de planejamento é o próprio planejamento tributário.

Quando falamos em planejamento tributário nos referimos ao pagamento de impostos e à análise crítica de como esses impostos podem ser reduzidos dentro da lei.

Para que o planejamento acima seja feito da melhor maneira, é necessário ter certeza de seu enquadramento, ou seja, em qual regime tributário a sua empresa se encaixa.

Análise dos resultados financeiros

Por último, dentro da compreensão sobre o que é administração financeira, gostaríamos de destacar a importância da análise dos resultados financeiros.

Essa é uma das práticas que, com certeza, garantirá uma boa gestão das suas finanças, com bons resultados a médio prazo.

Sem a análise dos resultados que são obtidos, a sua empresa pode estar fadada ao fracasso.

É de extrema importância analisar, detalhadamente, o direcionamento que as finanças da sua empresa estão recebendo, bem como o retorno que é realizado diante dos investimentos feitos.

Além disso, é necessário analisar todos os custos e despesas para que seja possível perceber se existe algum gasto desnecessário para a empresa.

Para fazer essa análise dos resultados financeiros, existem diversas ferramentas disponíveis. Essas ferramentas são os demonstrativos ou relatórios financeiros.

Como exemplos de ferramentas de análise financeira podemos citar os: balancete, balanço patrimonial, DRE e outros.

Fazer a análise financeira dos resultados é uma prática que deve ser constante. Isso porque através dela você poderá identificar possíveis erros administrativos e traçar planos de ações para melhoria destas situações.

O uso das ferramentas que citamos aqui em nosso artigo, definitivamente, irá fazer com que a gestão de finanças da sua empresa alcance bons resultados.

O gerenciamento de uma empresa pode se apresentar como um desafio todos os dias, isso não é novidade.

Mas, talvez, você não soubesse quantas ferramentas e práticas positivas podem ser adotadas para que essa tarefa seja cada vez mais fácil.

Diferença entre administração financeira e gestão financeira

Podemos dizer que administração financeira e gestão financeira estão diretamente ligadas e dependem uma da outra para a tomada de decisões.

Mas enquanto a administração está voltada para o desenvolvimento de atividades do ponto de vista mais técnico, a gestão funciona de uma forma mais analítica.

O foco da administração está nos processos administrativos e seu objetivo é planejar, controlar e dirigir.

Portanto, o administrador financeiro utiliza o raciocínio lógico e persegue metas bem definidas.

Enquanto isso, a gestão financeira é a responsável por traçar essas metas com base na análise das informações financeiras obtidas a partir do trabalho de administração financeira.

A gestão financeira é responsável por estimular o bom desempenho e a obtenção de resultados favoráveis.

Portanto, o gestor financeiro deve se preocupar com a valorização do conhecimento e das habilidades da equipe e com a obtenção de uma sinergia entre os colaboradores responsáveis pelas diversas tarefas e os recursos tecnológicos disponíveis.

Vantagens de uma administração financeira eficiente

Como sabemos, as finanças são o coração de toda empresa e precisam ser tratadas como uma área estratégica e fundamental.

Quando você consegue atingir um patamar satisfatório dentro da sua administração financeira, alguns ganhos são notáveis para o seu negócio. Veja a lista seguir:

  • Maximização de lucros: uma boa administração proporciona a tomada de decisões financeiras assertivas, o que aumenta o valor do capital dos acionistas ou proprietários;
  • Ampliação dos limites financeiros: com uma administração eficiente, você consegue melhores condições para pagamentos à vista e obter menores taxas de juros para pagamentos a prazo;
  • Investimentos mais lucrativos: é possível identificar os investimentos em expansão e os tipos de aplicações mais favoráveis;
  • Obtenção de melhores investidores: quando você apresenta uma administração financeira bem feita, consegue provar os ótimos resultados que sua empresa pode trazer;
  • Melhoria do planejamento tributário: com o controle das finanças feito de forma detalhada, é possível fazer um planejamento tributário mais adequado;
  • Direcionamento eficaz dos recursos: cumprindo todas as etapas de uma boa administração financeira você descobre quais são as destinações mais vantajosas para os recursos disponíveis.

Riscos de uma má administração financeira

Levando em consideração que a tomada de decisões estratégicas da empresa depende de uma administração financeira eficaz, os danos causados por uma despreocupação com essa área podem ser irreversíveis.

Veja a seguir alguns riscos que a empresa corre ao não tratar a administração financeira como a parte mais estratégica do negócio.

  • Descumprimento de prazos: quando a empresa não consegue honrar seus compromissos financeiros nas datas estipuladas a consequência são os gastos imprevistos com multas e juros;
  • Aumento das despesas: ocorre quando não há um controle adequado sobre os recursos disponíveis e as demandas por eles;
  • Retrabalho: sem uma administração eficaz é impossível contar com informações sempre fidedignas e os erros culminam no retrabalho;
  • Indisponibilidade de dados: uma boa administração cuida de todos os dados financeiros e conta com tecnologias adequadas para organizá-los e torná-los disponíveis instantaneamente. Quando isso não acontece, o gestor leva um grande tempo para encontrar os dados de que necessita;
  • Comprometimento do crescimento da organização: nenhuma empresa deseja ficar estagnada, mas o endividamento e a desorganização consequentes da má administração financeira podem impedir o seu crescimento.
E-book:10 Atitudes Financeiras Que Farão Você Transformar o Seu Negócio

Boas práticas para garantir uma administração financeira eficiente

Se você chegou até aqui na leitura do nosso guia, já entendeu não só o que é administração financeira, como também a importância desse setor para a saúde do negócio.

Agora, vamos listar algumas boas práticas de administração financeira para você concretizar dentro do seu negócio.

  • Controle centralizado: recursos como os sistemas de gestão ERP podem agregar e distribuir as informações financeiras de forma eficiente, possibilitando a estruturação de processos objetivos e com bases de dados confiáveis;
  • Padronização de processos: os processos financeiros devem ser concebidos de acordo com as necessidades organizacionais, mas sua execução deve ser padronizada para que não haja divergências nos resultados apurados;
  • Formação e informação da equipe: os treinamentos e atualizações da equipe são muito importantes, além do compartilhamento das informações financeiras gerais da empresa com todos os que atuam na área;
  • Clareza sobre as atividades e obrigações: toda a equipe deve estar ciente dos pilares que compõem a administração financeira e das funções a serem desempenhadas;
  • Uso de indicadores financeiros: como lidar com dados financeiros é uma tarefa complexa, a definição de alguns indicadores pode propiciar uma visão consolidada das informações de modo a nortear a tomada das melhores decisões.

Se você ainda não utiliza os indicadores financeiros, depois de saber o que é administração financeira, é hora de entender quais deles podem contribuir de forma satisfatória para o seu negócio.

Recomendamos a leitura do artigo que explica quais são os nove principais indicadores financeiros que você deve acompanhar. Clique aqui e aprofunde os seus conhecimentos.